Um grupo de deficientes auditivos se reuniram na noite desta segunda-feira (20), na Câmara Municipal, com o secretário municipal de Habitação, Ildo Rodrigues, onde cobram esclarecimentos sobre a participação no programa de habitação. A audiência foi intermediada pelo vereador Olímpio Alvis.

O parlamentar explicou que os deficientes estão inclusos no percentual preferencial dos Portadores de Necessidades Especiais (PNEs) onde legislação estipula que a cada 500 casas 5% é destinada a candidatos com alguma limitação e outros 5% aos idosos. Olímpio afirmou que os deficientes auditivos tem se sentido excluídos e tratados com descaso.

Durante a reunião o secretário afirmou que a lei será cumprida e prometeu aos presentes que o processo de distribuição da casa será feito com mais transparência, em razão da nova metodologia aplicada que é mais eficiente e pode ser conferida on-line, o que não será possível o candidato se inscrever e ser deixado de lado.

Leia também:  Roberto Big Pizzaiolo completa 20 anos na gastronomia de Rondonópolis

Como forma de propor uma maior celeridade no processo de inclusão dos interessados em adquirir uma casa, o secretário se comprometeu em viabilizar um cadastramento coletivo onde um interprete ajuda nas inscrições.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.