A deputada Teté Bezerra (PMDB) em seu discurso na entrega de 23 patrulhas agrícolas mecanizadas para 19 municípios e associações de pequenos produtores, realizada na segunda-feira (27), destacou a importância da agricultura familiar no Estado.

Ela lembrou que em visita a região Norte do Estado, no município de Castanheira (779 quilômetros de Cuiabá), conheceu um grupo de mil famílias e pode vivenciar como a economia da cidade gira em torno da agricultura familiar. “Precisamos fomentar a agricultura familiar na mesma proporção que damos apoio a agricultura de grande porte que tem sustentado o Brasil. Investir na agricultura familiar é gerar emprego, renda e oportunidade para o pequeno produtor”, disse ela.

De acordo com a deputada a agricultura familiar gera mais de 80% da ocupação no setor rural e responde no Brasil por sete de cada 10 empregos no campo e por cerca de 40% da produção agrícola. Em Mato Grosso são 150 mil famílias que vivem da agricultura familiar. “Atualmente a maior parte dos alimentos que abastecem a mesa dos brasileiros vem das pequenas propriedades. A agricultura familiar favorece emprego de práticas produtivas ecologicamente mais equilibradas, como a diversificação de cultivo, o menor uso de insumos industriais e a preservação do patrimônio genético”, argumenta.

Leia também:  Grupo JBS distribuiu R$ 400 milhões em propinas, diz Joesley

Ela destacou ainda o empenho do governador Silval Barbosa, do secretário de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, Meraldo Sá e do deputado Federal Carlos Bezerra (PMDB) – responsável pela emenda que viabilizou a aquisição das patrulhas agrícola com contrapartida do governo do Estado. No total, foram investidos R$ 2.390 mil.

Os maquinários serão de uso de cooperativas e de associações de pequenos agricultores dos municípios contemplados sendo que cada patrulha é composta por trator agrícola, grade aradora, colhedora de forragens e carreta agrícola.

Os maquinários foram destinados aos municípios de Acorizal, Alta Floresta, Alto da Boa Vista, Barão de Melgaço, Brasnorte, Colniza, Confresa, Cotriguaçu, Dom Aquino, Juruena, Tangará da Serra, Nova Monte Verde, Novo Santo Antonio, Nova Ubiratã, Porto Alegre do Norte, Poxoréu, Santa Terezinha, Santo Antonio do Leverger e São José do Povo. A cidade de Confresa será contemplada com três patrulhas, já Alta Floresta e Cotriguaçu cada com duas patrulhas, e Confresa com duas.

Leia também:  Acompanhe ao vivo | Câmara vota denúncia contra o presidente Michel Temer
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.