Anunciado neste sábado como novo treinador do Operário, Eduardo Henrique promete uma equipe forte e que honre as tradições de um dos mais tradicionais times de Mato Grosso. Na segunda Divisão há dois anos, o Chicote da Fronteira dá sinais de que pode, finalmente, voltar para a elite estadual.

Eduardo conhece bem o futebol mato-grossense, com passagens pelo Cacerense, Rondonópolis, Mixto e Mato Grosso. Junto com ele, chega o preparador físico Daniel Kimel, ex-Palmeiras-MT e Mixto.

O Operário é um time grande em nosso estado, de tradição e que não pode ficar na Segunda Divisão. Chego empolgado em levar o clube para a elite estadual. Vamos montar um time forte e que honre as cores do clube – disse Henrique.

Leia também:  Federação e clubes definem detalhes da Copa FMF

Ele pretende contar com a base do Mato Grosso, equipe que ele dirigiu no Estadual 2013 e que chegou às semifinais. O goleiro Perereca, lateral-direito Pedro Bala, zagueiro Marcelo Caixa D’água e os atacantes Lulu e Tito serão procurados para atuar na Segunda Divisão.

-Eu e a diretoria temos uma reunião na segunda-feira para definir o elenco. Queremos a base do Mato Grosso, mas vamos priorizar também jogadores das categorias de base da Baixada Cuiabana. A ideia é ter de 10 a 13 profissionais e o restante com os jovens – disse Henrique.

A Segunda Divisão do Estadual começa no dia 09 de junho. A tabela ainda não foi divulgada pela FMF (Federação Mato-grossense de Futebol).

Leia também:  Luverdense fica no empate com o Paraná
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.