O Estádio Nacional Mané Garrincha, inaugurado inacabado em Brasília neste sábado, terá custado aos cofres públicos quando pronto oficialmente o dobro do previsto originalmente, quando as obras começaram três anos atrás, em maio de 2010. É o estádio mais caro do Brasil. Naquela ocasião o governo do Distrito Federal orçou a obra, que começava com a demolição do antigo estádio Mané Garrincha, em R$ 745,3 milhões.

Relatório do TC-DF (Tribunal de Contas do Distrito federal) apresentado na sexta-feira, um dia antes da inauguração do estádio construído inteiramente com dinheiro do governo do DF, fechou a conta em R$ 1,566 bilhão. Ou seja, R$ 76 milhões a mais que o dobro do previsto originalmente. A arena recebe a abertura da Copa das Confederações em 15 de junho e sete jogos da Copa de 2014.

Leia também:  Brasil joga primeira partida do Grand Prix em Cuiabá

O valor já era estimado, com base nas licitações lançadas para a obra e informações divulgadas sobre o andamento das obras e liberação dos recursos. Para o governo do DF, o custo do estádio é de R$ 1,261 milhões. Na conta do governo de Agnelo Queiroz não entram outros R$ 305 milhões para terminar as obras necessários no entorno do Mané Garrincha.

Neste pacote de obras, que ainda não foi iniciado e possui previsão de conclusão até maio de 2014, serão construídos dois túneis. Um ligando o estádio ao Centro de Convenções Ulysses Guimarães, separado do estádio pela avenida do Eixo Monumental. O outro, ligando o centro de convenções ao Parque da cidade, também separado pela autopista e que abrigará um estacionamento durante a Copa de 2014.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

Inacabado

O Mané Garrincha foi inaugurado com 97% das obras concluídas após três anos de construção. O estádio foi entregue cinco meses atrasado (estava previsto inicialmente para dezembro de 2012) e teve sua abertura adiada duas vezes. Na manhã deste sábado, durante a inauguração, muitos operários ainda trabalhavam em acabamentos gerais dentro da arena. Tapumes estavam de pé isolando área inteiras, e o aspecto geral era de uma obra que está terminando e ainda não foi limpa.

Após cerimônia pela manhã com a presidente Dilma Rousseff, o estádio recebeu seu primeiro jogo pela tarde: a final do campeonato candango de futebol, entre Brasiliense e Brasília. O Brasiliense venceu por três a zero e conquistou o título.

Leia também:  Torneio de tênis começa nesta quarta em Cuiabá
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.