dilma

 

A presidenta do Brasil, Dilma Rousseff, é a segunda mulher mais poderosa do mundo, atrás apenas da chanceler alemã Angela Merkel, segundo o ranking anual da revista ‘Forbes’.

Dilma, que ficou na terceira posição por dois anos consecutivos, alcançou o segundo lugar após a saída de Hillary Clinton do posto de secretária de Estado americano. A lista deste ano foi divulgada pela revista nesta quarta-feira (22).

Sobre Dilma, a Forbes ressalta que a presidente, com sua “ênfase no empresariado” tem inspirado “uma nova geração de empreendimentos”, apesar de muitos a criticarem por “favorecer políticas de desenvolvimento acima das preocupações humanitárias”.

Na metade de seu mandato, Dilma Rousseff tem “a tarefa de levar o país adiante após dois anos com as taxas de crescimento mais lentas em mais de uma década”.

Leia também:  Zaqueu deve permanecer preso

Dilma, primeira mulher presidente do Brasil, ocupava o 95º lugar no ranking da revista há três anos.

LINHA EDITORIAL
A lista anual inclui mulheres influentes na política, negócios, imprensa, entretenimento, tecnologia e organizações sem fins lucrativos, classificadas por “fortuna, presença na mídia e impacto”, segundo a revista.

A mais jovem do ranking continua sendo a cantora americana Lady Gaga (27 anos, 45ª) e a mais velha a rainha Elizabeth II da Inglaterra (87 anos, 40ª).

A lista da Forbes conta com representantes de 26 nacionalidades, mas com um claro domínio americano.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.