Durante uma sabatina com o ex-procurador geral de Mato Grosso, Marcelo Ferra, o senador Blairo Maggi (PR) foi enfático ao dizer que é favorável a aprovação da PEC 37, que limita os poderes de polícia do Ministério Público. Para Maggi é necessário colocar um ‘freio” na atuação de alguns promotores.

De acordo com o republicano na realidade, esta sendo discutindo uma questão política, mas que ele tem a sensibilidade de saber que se apreciada hoje, seria capaz da PEC 37 passar. “E não por convicção, mas pela necessidade de colocar algum  ‘freio” sobre os promotores e sobre o MPF e MPE”, diz Maggi.

Em sua fala, Maggi, questionou quais seriam as punições aos promotores que comente abuso de poder. “Qual é a responsabilização daqueles que cometem abusos? Que pegam uma figura política, o colocam na parede e fazem tiro ao alvo na figura dele? Lá na frente, nada é concluso, não se prova nada e a história do cidadão já foi para o lixo. Mesmo que o MP venha a desmentir, não há a mesma força da acusação”, fala.

Leia também:  Em busca das assinaturas

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.