Coordenador do Procon, Juca Lemos - Foto:Varlei Cordova/AGORA MT
Coordenador do Procon, Juca Lemos – Foto:Varlei Cordova/AGORA MT

A redação do site AGORA MT recebeu denúncias de alguns funcionários do Procon de estariam sofrendo perseguição e assédio moral por parte do atual coordenador Juca Lemos (PT). Segundo os denunciantes até o ano passado, o órgão era um bom lugar para trabalhar, porém desde a mudança na administração esta realidade teria mudado, eles afirmam ainda que a perseguição é feita tanto para estagiários do curso de Direito quanto para os funcionários de carreira.

Segundo eles Juca ofende os funcionários, “Eu não suporto mais nem olhar para sua cara aqui no PROCON, eu não sei mais o que eu faço com você aqui, eu não suporto mais você, já tenho 50 anos e não sou obrigado a suportar pessoas como você”. reproduziu as ofensas do coordenador um dos denunciantes.

Leia também:  Equipe medalhista de atletismo embarca para mais uma competição com apoio do Município

De acordo com uma carta enviada pelos funcionários, alguns estagiários novatos ainda foram demitidos sem o pagamento dos salários, e somente os que trabalhavam desde 2012 continuaram no órgão. Ele alegou que essa seria uma ordem do prefeito Percival Muniz (PPS).

Alguns funcionários disseram ainda que o coordenador usa os carros oficiais do órgão para ir embora no final do expediente, retornando apenas no dia seguinte. Relataram também que Juca elegeu, sem análise criteriosa, a Concessionária Morro da Mesa a grande vilã contra os direitos do consumidor tendo a mesma no máximo 20 denúncias, sendo que a Concessionária Rede Cemat possui de março a setembro mais de 400 reclamações.

Leia também:  Aula inaugural marca o início de cursos gratuitos para a população

Na tarde de ontem (20) a nossa equipe de reportagem tentou entrar em contato com Juca Lemos, mas o mesmo informou que estava em uma reunião e retornaria depois, porem não recebemos nenhuma resposta, hoje (21) tentamos contato novamente, mas o mesmo não atendeu o telefone.

SISPMUR CONFIRMA DENÚNCIAS

Como não houve sucesso no contato com Juca a equipe de reportagem entrou em contato com o Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (SISPMUR), Rubens Paulo, que confirmou que também já recebeu denúncias de vários servidores, principalmente em relação a falta de educação do coordenador.  Ele disse que o próximo passo é realizar uma reunião com Juca para que ele mude de postura, caso isso não ocorra a denúncia será oficializada a prefeitura. “O prefeito está jogando os problemas dos órgãos em cima dos efetivos, mas eles estão sofrendo nas mãos dos nomeados.” afirmou Rubens.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.