Projeto de lei de autoria do deputado Pedro Satélite (PSD), pretende incluir na grade curricular a disciplina de história sobre a vida e obra de Marechal Cândido Rondon. O objetivo é proporcionar aos alunos dos ensinos fundamental e médio da rede pública estadual, um conhecimento amplo sobre os feitos de um dos mais renomados desbravadores do Brasil e do mundo. Conforme o projeto, a direção da escola ficará responsável pela elaboração do conteúdo que será repassado aos alunos.

Satélite resalta que é de grande importância que as crianças e jovens conheçam a história deste mato-grossense de Mimoso, e seus grandes feitos. “Rondon foi um herói e sua história precisa ser conhecida pelas novas gerações, e o nosso projeto tem essa finalidade”. Para virar lei, o projeto ainda deve ser sancionado pelo Governo estadual.

Leia também:  Membros do Conselho Estadual de Cultura tomam posse nesta quarta-feira

História – Rondon dedicou-se à construção de linhas telegráficas e durante sua vida percorreu mais de 100 mil km, abrindo caminhos e desbravando o interior do Brasil. Elaborou as primeiras cartas geográficas demarcando as divisas territoriais entre vários estados da Federação. Fundou o Serviço de Proteção ao Índio, participou diretamente das articulações que resultaram na proclamação da República em 1889, e entrou para a história como pacificador e o patrono das comunicações.

O reconhecimento pela obra de Rondon ultrapassou as fronteiras do Brasil. Teve seu nome escrito em letras de ouro no Livro da Sociedade de Geografia de Nova Iorque (EUA), como o explorador de terras tropicais. Como reconhecimento pelos seus feitos, chegou a ser indicado para o prêmio Nobel da Paz, no ano de 1957. No próximo dia 5 de maio é comemorado o aniversário de 148 anos do nascimento de Rondon, data em que se comemora também o Dia das Comunicações no Brasil.

Leia também:  Ação conjunta entre MP, Ibama, PJC e PM Ambiental "desmancha" fazendas de gado e apreende madeira ilegal
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.