A vítima estava desaparecida desde a segunda-feira-Foto:Assessoria
A vítima estava desaparecida desde a segunda-feira-Foto:Assessoria

Edemar Diel, 50 anos, conhecido como ‘Gaucho’ é suspeito de ter matado a companheira e enterrado em uma vala próximo a casa dele em Guiratinga. O motivo de crime seria ciúmes.

De acordo com informações da delegada Lígia Pinto da Silveira Avelar, a mulher se chama Carmosina Moderno,  40 anos, e era empregada doméstica. A delegada informou que eles estavam separados há alguns dias e ela estava morando na casa de uma amiga. Na última sexta-feira (3) ele teria visto a vítima em um bar próximo a outro homem, mas não se manifestou. Na segunda-feira (6) ele a chamou para jantar na casa dele e ela nunca mais foi vista.

Os amigos registraram um Boletim de Ocorrências de desaparecimento da vítima e desde então a Polícia Civil vem investigando o caso e esta semana ao ir até a casa dele encontrou os chinelos da vítima em um pasto que fica próximo e iniciaram as buscas.

Leia também:  Menor é apreendido e jovem preso após invasão e roubo a condomínio

O corpo foi encontrado nu enterrado em uma ribanceira próximo a um riacho. A suspeita é de que ele teria jogado o corpo e descido pelo outro lado para enterrar.

A Delegada  pediu a prisão preventiva do suspeito que aguarda na delegacia. A segurança do local teve que ser redobrada, pois os populares estão revoltados e queriam até atear fogo na casa de Edemar.

Ele disse a delegada que havia marcado com ela, mas a mesma não teria aparecido na casa dele e afirmou ainda que pessoas a teriam visto na terça-feira, mas as testemunhas negaram te-la visto.

O corpo está sendo trazido para Rondonópolis para realizar a Perícia.

Os populares ficaram chocados com o crime
Os populares ficaram chocados com o crime
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.