Na noite deste domingo (12) o Fantástico, programa da Rede Globo, exibiu uma reportagem sobre o estado de saúde do cantor Netinho e as causas de sua internação.

Depois de sofrer uma hemorragia horas depois de ter feito uma biópsia e também um rompimento muscular raro, o médico Jorge Bastos e sua equipe começaram a suspeitar de que poderia haver uma causa única que estava provocando todos esses problemas e chegaram a uma resposta: “São reações causadas por substancias que são utilizadas para a fisicultura. E eventualmente algumas que são utilizadas também supostamente para reverter ou deter o envelhecimento”, analisou o médico do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.

O cantor é praticante de musculação e todo seu drama começou quando sentiu dor na perna após um treino e procurou a emergência de um hospital em Salvador, no dia 18 de abril. Desde a madrugada da última sexta-feira (3), ele luta pela vida e já respira naturalmente, sem a ajuda de aparelhos. Mas o quadro continua grave.

Leia também:  Rock in Rio divulga horários das atrações

Segundo o programa global, no início os médicos do hospital baiano fizeram uma série de exames e constataram uma lesão incomum, o rompimento do músculo ilíaco: “Não foi encontrada lesão parecida na literatura avaliada até agora”, afirmou o médico Jackson Noya, que era o titular no tratamento do cantor e resolveu fazer a biopsia que antecedeu a hemorragia.

O repórter José Roberto Burnier procurou um especialista da Universidade de São Paulo, Dr. Flair Carrilho que afirmou: “Qualquer biópsia no fígado é um método que é minimamente invasivo. Você está introduzindo uma agulha num órgão que é esponjoso. Mas o próprio fígado estanca o sangue, o que não aconteceu com Netinho. O sangramento aconteceu após 24 horas, isso é muito atípico”, disse o infectologista ao jornalista.

Sobre o uso de esteroides e anabolizantes o médico titular do hospital de São Paulo disse: “Nós temos (em mãos) prescrições médicas de médicos fora da Bahia, que foram prescritos diversos medicamentos desse tipo pra ele”, completou o doutor.

Leia também:  Prêmio Multishow 2017: Anitta vence como Melhor Cantora; veja lista de ganhadores

Segundo o programa de TV, Netinho vinha usando remédios para enrijecer a musculatura e antienvelhecimento, que incluem hormônios como a testosterona e a progesterona, além do GH, o hormônio do crescimento: “Essas drogas podem produzir dilatações no sistema muscular do nosso fígado”, explicou Flair Carrilho.

Esse coquetel tóxico, segundo os médicos, fez com que os vasos do fígado de Netinho se dilatassem. As substâncias também dissolvem os coágulos que ajudam a estancar o sangue. Com isso, ocorreram as hemorragias.

A equipe médica do Hospital de Salvador disse ao Fantástico que soube do uso do coquetel de anabolizantes só depois da complicação na biópsia. “Nós não tivemos todas as informações necessárias para alguns procedimentos ou algumas possíveis precauções de procedimentos imediatos”, contou Dr. Jackson Noya.

O programa disse que procurou a família do cantor, mas ninguém quis comentar o assunto. Após a piora do cantor seus parentes o transferiu para o Hospital Sírio Libanês em São Paulo.

Leia também:  Ed Sheeran cancela show em St. Louis por questões de segurança

Em solo paulista, após as descobertas do uso indevido de anabolizante, o Dr. Roberto Kalil Filho, que é especialista nestes casos, assumiu o tratamento do cantor e ordenou uma limpeza da região abdominal e o mandou para a UTI, onde ele se recupera bem. “Ele apresenta uma melhora discreta do quadro. Então, a equipe médica está bastante otimista. Não há nenhuma previsão neste momento de ele sair da UTI”, disse o novo médico do cantor.

Finalizando a reportagem especial do programa, Claudia, irmã de Netinho, que o visitou neste domingo (12), disse: “Ele está reagindo bem, já sorriu. E sabe sorrir com os olhos também, tudo que a gente pergunta ele responde com os olhos”, contou ela.

O programa ainda reprisou a declaração que o cantor deu ao programa em 2010 quando assumiu sua bissexualidade e exibiu mensagens de apoio e força das cantoras Claudia Leitte e Daniela Mercury.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.