Começaram na manhã desta segunda-feira (27) o “Mutirão Carcerário”, na Cadeia Pública de Cáceres a iniciativa conta com a parceria da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), por meio do curso de Direito e o Fórum de Cáceres, com as vagas criminais.

A ideia é que até a próxima amanha (29) sejam analisadas as situações dos 405 detentos homens e 43 detentas mulheres que estão na unidade prisional para assegurar os direitos dos mesmos.

O trabalho de revisão dos processos tem a coordenação do juiz Jorge Alexandre Martins Ferreira e dos professores da Unemat Marcelo Horn Júnior, Fábio de Sá, César David Mendo e Júlio Bacovis.

Advertisements
Leia também:  Veículos de carga terão restrição de tráfego nas rodovias federais no feriado

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.