Nesta terça-feira (14), algo inusitado aconteceu com a Nintendo. A empresa foi acusada de homofobia após anunciar que corrigiria um “bug” causado no jogo ‘Tomodachi Collection: New Life’, para o 3DS. O “bug” permitia o casamento entre personagens do mesmo sexo, e, aparentemente, só acontecia entre os Miis (avatares da Nintendo) do sexo masculino.

‘Tomodachi Collection: New Life’ é um simulador social que lembra bastante o modus operandi do famoso ‘The Sims’, sucesso no mundo todo e compatível com várias plataformas. A empresa, ao anunciar a correção, descreveu as relações afetivas entre dois homens de “estranhas” ou “impróprias”.

Logo após, a companhia anunciou que “regulou e solucionou” vários “problemas e erros de software” do jogo por meio de uma atualização, que em breve será disponibilizada para download. O que causou revolta entre os usuários de redes sociais do Japão e do mundo foi a alegação da Nintendo ao relatar, em uma lista, que “as relações humanas ficaram estranhas”.

Leia também:  Casal é preso em cumprimento a mandado de prisão por homicídio

A Nintendo ainda não se manifestou sobre a reação dos internautas no Facebook e no Twitter, acusando-a de homofóbica, após a “correção do bug”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.