O lutador norte-americano Nick Newell, conhecido por não ter a mão e parte do braço esquerdos e ainda assim estar invicto no MMA, anunciou seu futuro. Depois de se desligar do evento XFC, no qual era campeão, ele assinou com o World Series of Fighting, uma das organizações que tenta rivalizar com o gigante UFC atualmente.

Newell e o XFC entraram em desacordo recentemente, quando o evento acusou o lutador de não aceitar sua próxima luta, contra Scott Holtzman, citando inclusive que ele estaria com “medo de perder”. O norte-americano não deu grandes desculpas e preferiu se tornar agente livre.

Nesta terça, o site MMA Fighting anunciou a assinatura com o WSOF, ainda sem rival ou data para a estreia. O evento começou em 2012, contanto com nomes como Andrei Arlovski, Anthony Johnson e Miguel Torres e está com sua terceira edição marcada para 14 de junho, com Jon Fitch encarando Josh Burkman na luta principal.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial

Ao mesmo site, ele havia dito recentemente: “Aos 27 anos, eu quero chegar ao topo o mais rápido que puder. Não quero ficar de brincadeiras, quero lutar contra quem pode me levar aonde quero estar”.

Newell nunca escondeu o desejo de chegar ao UFC, mesmo com certo ceticismo do presidente Dana White.

O norte-americano, que nasceu com este problema, soma nove vitórias no MMA. Em seu último combate, ainda pelo XFC, ele conquistou o cinturão peso leve, ao finalizar Eric Reynolds no primeiro assalto.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.