O TUF Brasil 2 segue com a “bruxa solta” no quesito lesões. No episódio deste domingo do reality show, mais um lutador teve de ser cortado: Luiz Besouro. Por outro lado, William Patolino venceu seu combate com propriedade e se tornou o primeiro finalista do programa, em busca de um contrato com o UFC.

Patolino enfrentou na abertura das quartas de final o até então invicto Tiago Alves e, mais uma vez, fez um combate inteligente, dominando as ações para conquistar a vitória. Alves, do Time Werdum, tentou levar a luta para baixo para usar seu jiu-jítsu, mas não conseguiu. Patolino é quem aplicou as quedas e também dois knockdowns.

Leia também:  Holloway vence a luta contra José Aldo

Com três minutos de combate, uma sequência de socos desnorteou Alves. Pouco depois, duas joelhadas de Patolino e um soco colocaram o lutador no chão, forçando Mario Yamasaki a encerrar a luta e declarar Patolino como o vencedor.

“Ninguém vai me parar, vou passar por cima de quem tiver que passar, mas com humildade e pé no chão”, festejou Patolino. “Não vou falhar, minha última luta aqui dentro (da casa) será muito bem feita, com quem quer que seja. Firmeza na rocha!”.

Outra lesão

O TUF Brasil 2. Desta vez, Luiz Besouro é quem teve de deixar a casa, por problemas físicos.

Primeira escolha de Minotauro para sua equipe, o veterano Besouro sofria com uma dor na mão e, após avaliação médica, teve constatado o rompimento de um ligamento no braço. O carioca teve de ser liberado e deixou a casa mais cedo.

Leia também:  Holloway vence a luta contra José Aldo

“Vou continuar fazendo como faço todas as manhãs: vou pegar minha mochila e continuar treinando. Vou voltar mais forte que nunca. Eu prometo a meus filhos, que amo mais que tudo, que volto melhor”, despediu-se Besouro, ainda emocionado.

Besouro trabalha de moto-táxi no Rio de Janeiro para sustentar os filhos, e lamentou muito o corte. Minotauro deu seu apoio. “Ele foi meu primeiro escolhido, é um cara que eu já conhecia… É um motoboy que trabalha mais de 15 horas por dia e tem três filhos”, contou o baiano.

As infindáveis pegadinhas
Mais uma vez as pegadinhas marcaram a parte mais “reality show” do episódio. O treinador Eric Albarracin, do Time Nogueira, foi quem arranjou os detalhes desta vez. Ele encheu a van do time amarelo de “bombas de mau cheiro” e os lutadores ficaram presos no veículo.

Leia também:  Holloway vence a luta contra José Aldo

As vítimas prometeram troco: “Vai ter retaliação. Vou ficar na minha, mas vou fazer um negócio bem ‘catinguento’ com eles. Disso vocês podem ter certeza”, disse Juliano “Ninja”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.