O clima está cada vez mais quente entre o Comitê Gestor do Santos e o estafe do atacante Neymar. Além de acusar a diretoria de fazer leilão para vender seu filho ao futebol europeu, Neymar da Silva Santos antecipou que o clube não receberá mais propostas.

“Se eles tiveram propostas e recusaram, não têm mais. Acabou. Não vai ter outra (proposta), o Neymar precisa trabalhar, não pode ficar especulando”, afirmou.

Além disso, Neymar pai alega que o Santos está desesperado para negociar seu filho já na abertura da próxima janela de transferências internacionais, no início de julho. O representante do jogador fez questão de lembrar que o clube recusou propostas acima da multa rescisória no passado e prometeu à torcida que seu principal jogador cumpriria o contrato até o fim.

Leia também:  Campeonato de futebol society acontece em zona rural de Rondonópolis

m 2011, o Santos recusou uma proposta do Real Madrid, da Espanha, de 58 milhões de euros por Neymar. O pai do jogador ainda ganharia uma megacomissão de 10% do valor da transação – 5,8 milhões de euros. Na ocasião, a oferta do clube merengue ultrapassava o valor da multa rescisória do craque, avaliado em 45 milhões de euros.

“Teve (proposta) maior que a multa, por que agora? Por que esse desespero, se nós fizemos um projeto? Quem está dizendo que o clube não fez um bom trabalho? Olha os números, vê o que o Santos conquistou com o Neymar aqui”, disse. Com o craque, o Santos ganhou uma Libertadores, uma Copa do Brasil e três Campeonatos Paulista.

Leia também:  Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro

Além disso, o Comitê Gestor do Santos diminuiu o tempo de contrato de Neymar. O vínculo do craque com o clube vencia em fevereiro de 2015, mas foi reduzido em agosto de 2011 sob alegação do presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro de um “projeto pioneiro”.

Quase dois anos depois, a mesma diretoria é acusada pelo pai do jogador de fazer leilão. Bastante irritado com o desejo do Santos em negociar seu filho, Neymar pai mandou um recado para a cúpula alvinegra.

“Se a conversa voltar em plena Copa das Confederações com esse negócio, aí sim vou me posicionar de outra maneira”, esbravejou Neymar pai, que não descarta a renovação contratual de seu filho com o Santos em 2014, hipótese que já foi esquecida pelos dirigentes atualmente. “Ninguém falou que não vamos renovar, tem de esperar ate 2014”, disse.

Leia também:  Eurico Miranda é afastado da presidência do Vasco por ser acusado de apoiar vandalismo de torcida

O Barcelona, da Espanha, é o único time que apresentou proposta oficial para contratar Neymar, porém, a diretoria do Santos já rejeitou duas investidas e, segundo o UOL Esporte apurou, tem mais uma, no valor de 25 milhões de euros (R$ 65 milhões).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.