Os estudantes que fizeram inscrição na edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até o fim do horário bancário desta quarta-feira (29) para pagar a taxa de R$ 35. Segundo o ministro da Educação Aloizio Mercadante, esse prazo não será prorrogado, e quem não fizer o pagamento não fará o Enem.

Na tarde desta terça-feira (28), ele disse que 2.181.145 de inscritos no exame ainda precisavam pagar a taxa. “Esses 2.181.145 têm que pagar R$ 35 até amanhã para poder confirmar a sua matrícula, se não o fizerem não poderão participar do Enem”, disse ele em entrevista coletiva, em Brasília, para comentar o balanço final das inscrições do Enem.

Leia também:  Jornalista e fundador de observatório de imprensa Alberto Dines morre aos 86 anos em SP

Esse número representa 27,8% dos 7.834.024 inscritos. As inscrições foram encerradas às 23h59 desta segunda-feira (27). O número é recorde na história de 15 anos do exame do MEC, e 26% maior que o do ano passado. Em 2012, 6.495.446 se inscreveram, segundo o ministro, e 5.971.290 confirmaram a inscrição, números recorde até então. As provas serão nos dias 26 e 27 de outubro.

Mercadante chamou a atenção para a mania de o brasileiro deixar tudo para a última hora. Segundo ele, no último dia de prazo, 1.718.144 de candidatos se inscreveram (21,8% do total), sendo que mais de 1 milhão de candidatos se inscreveram nas últimas quatro horas do prazo, com média de 3 mil inscrições por minuto. “O Enem requer planejamento, inclusive de quem vai fazer a prova”, destacou. “No ano passado, muitos candidatos deixaram para ir para o local de prova na última hora e encontraram os portões fechados. Outros esqueceram os documentos e não puderam entrar. É preciso se planejar”, disse o ministro.

Leia também:  Idosa morre instantes após tomar vacina contra H1N1

Mercadante afirmou que o número de concluintes do ensino médio inscritos no exame já está próximo com a quantidade total de estudantes nesta situação, de acordo com o Censo Escolar. “É muito positivo, o Enem virou quase um objetivo universal dos estudantes do ensino médio no Brasil”, contou ele. Segundo Mercadante, 1,6 milhões de alunos do ensino médio regular estão inscritos no Enem.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.