Incentivar o aquecimento da economia para fortalecer o comércio local e a implementação de empresas e indústrias, esse é o primeiro passo diante de inúmeras ações que estão previstas no plano de ações para serem desenvolvidas no município de Arenápolis.

Buscar essa alternativa surge como o prenuncio do desenvolvimento para o município que, desde o fim da década de 80, com o fim do extrativismo mineral, da era do ouro e do diamante excita o exercício da vocação profissional, seja ela no campo ou na cidade respeitando a potencialidade da região.

Desde então, Arenápolis apresenta-se com atributos necessários para que possa receber investimentos não somente para o comércio e também para a instalação de grandes empresas. Uma preocupação da atual administração que tem realizado parcerias para proporcionar o fortalecimento necessário também das micro e pequenas empresas.

Leia também:  MPE realiza encontro para discutir a atuação da instituição na defesa das crianças e adolescentes

De acordo com o prefeito José Mauro Figueiredo, essas iniciativas estão sendo colocadas em prática. “Orientar a população para comprar em sua cidade, é o maior estímulo e a principal arma que uma empresa pode ter para garantia de sua sobrevivência. Quando existe esse retorno, conseqüentemente há um desenvolvimento de todo o sistema. Se uma empresa vende mais, logo ela precisa aumentar o número de vendedores criando novos postos de trabalho. As parceiras são importantes, principalmente com a Associação Comercial, somente com a união de todos poderemos construir uma cidade cada vez mais forte. A idéia é mostrar que não é preciso sair da cidade para realizar suas compras e a ação tem endereço certo: a fidelização do consumidor”, destacou.

Leia também:  Comércio lidera geração de empregos em Nova Mutum

O prefeito acredita também que, o crescimento no giro de capital aumenta também a arrecadação de impostos da cidade sem que haja aumento no valor já cobrado. “O dinheiro arrecadado pela prefeitura e pelo estado é revertido à população através de benefícios. O crescimento socioeconômico deve sempre andar junto ao desenvolvimento do município, por isso, a participação da população nesse processo é tão importante. Faça sua parte e invista também na geração de empregos, no aprimoramento da mão-de-obra, educação, e contribua com o crescimento saudável e sustentável de sua cidade, comércio forte é garantia de qualidade de vida”.

Outra mudança importante foi a implantação da Nota Fiscal Eletrônica, uma orientação do Tribunal de Contas para que a prefeitura execute e tem como finalidade a alteração da sistemática atual de emissão da nota fiscal em papel por eletrônica com validade jurídica para todos os fins.

Leia também:  MPE notifica Poderes para que travestis e transexuais possam usar ‘nome social’
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.