O São Paulo acertou nesta semana a sua participação na Copa Audi 2013. O UOL Esporte apurou que o clube finalizou a leitura dos documentos e confirmou sua inscrição no torneio marcado para o fim de julho e o início de agosto em Munique, na Alemanha, no Allianz Arena.

A cúpula são-paulina vê essa participação como mais uma chance para valorização internacional da marca do clube. Além disso, o torneio na Alemanha pode servir como ponte para o time ir até o Japão, onde disputa em 7 de agosto a Copa Suruga – concretizado o plano, seria uma excursão de aproximadamente 15 dias dos são-paulinos pelo exterior.

Além do time brasileiro, o Bayern de Munique também já confirmou a inscrição. Seguindo a tradição, outras duas equipes europeias devem entrar na competição. Em 2009, os outros participantes foram o Milan e o Manchester United, enquanto que o representante sul-americano foi o Boca Juniors. Dois anos depois, o Bayern teve a companhia do Milan, do Barcelona e do Internacional de Porto Alegre.

Leia também:  Diretoria do União usa Facebook para homenagear Gilson Lira

O formato é simples. Os times são divididos em duas chaves e jogam uma vez só contra um adversário. O vencedor avança para a final, e o perdedor disputa o 3º lugar. O empate faz o vencedor ser conhecido nos pênaltis.

O detalhe é que, na Europa, o torneio serve de preparação para as equipes, já que a temporada começa no meio do ano. Já no Brasil, a competição ocorre justamente no meio do calendário, o que faz com que alguns jogos do São Paulo pelo Campeonato Brasileiro tenham que ser adiados.

UOL Esporte apurou que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) não oficializou, mas já acertou verbalmente com a direção do São Paulo que haverá mudança na tabela para que a viagem seja feita com o elenco inteiro. A mesma situação já havia acontecido em 2011, quando o Internacional participou.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

Na ocasião, aliás, o time gaúcho recebeu 500 mil euros pela participação, além de ter todo o custo da viagem, como passagens aéreas e hospedagem, pagos pela organização do torneio.

Toda a participação são-paulina foi costurada pelo diretor de futebol Adalberto Baptista. Enquanto “apanhava” nos bastidores por se ausentar do cotidiano do time em momentos decisivos, o dirigente acertava a inscrição na Copa Audi. Essa, pelo menos, é a defesa feita por seus aliados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.