O Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (Sinjusmat), decidiu pela paralisação a partir de hoje (13), por não haver avanço nas negociações referente a reajuste salarial e progressões verticais e horizontais, na carreira, além de que o Tribunal de Justiça (TJ), não cumpriu o acordo com firmado em 2011 e dava um prazo para que as mudanças fossem implantadas até o dia 31 de dezembro de 2012

Os servidores também buscam um aumento no auxílio alimentação, de R$ 315 para R$ 900 e querem que a avaliação de cada servidor, deve ser feita ainda este ano, com a participação efetiva do sindicato com implementação em janeiro do próximo ano.

Com a paralisação, apenas 30% dos servidores serão mantidos nos fóruns das comarcas para atender urgências como decisões relacionadas à saúde e cumprimento de alvarás de soltura.

Leia também:  Chuva deixa mais de 45 mil sem energia elétrica em Rondonópolis

Atualmente o estado possui cerca de cinco mil trabalhadores na área. Eles devem fazer movimentos grevistas nas portas de cada fórum dos municípios, distribuindo panfletos e colocando cartazes sobre a greve.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.