A meta do governo é que 90% da população tenha acesso à internet nos próximos dez anos. Foto: Ilustrativa
A meta do governo é que 90% da população tenha acesso à internet nos próximos dez anos. Foto: Ilustrativa

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou que o governo está disposto a investir recursos para impulsionar o setor de telecomunicações e aumentar o acesso da população aos serviços, especialmente de internet. Segundo ele, a meta do governo é que 90% da população tenha acesso à internet nos próximos dez anos.

“Tenho recebido cobranças da presidenta Dilma com relação ao setor de telecomunicações, especialmente à banda larga: ela já disse que, da parte do governo, se precisar vamos colocar recursos, seja do Orçamento, seja na forma de desoneração, na forma de financiamentos para as empresas construírem infraestrutura, porque achamos que esse é o gargalo que temos que resolver”, disse o ministro durante a 57ª edição do Painel Telebrasil, promovido pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil).

Leia também:  Preço do botijão de gás terá reajuste de 6,9% a partir desta terça

Para uma plateia de empresários da área de telecomunicações, o ministro disse que o governo tem todo o interesse em ajudar o setor, que é estratégico para o país, mas sempre garantindo o direito dos usuários. “Só tem um jeito de não estarmos alinhados com vocês: se vocês brigarem com os consumidores, aí vamos estar alinhados do outro lado”, disse.

Ao chegar para o evento, Bernardo disse que apoia a prorrogação do prazo para a apresentação de projetos para participar do Regime Especial de Tributação do Programa Nacional de Banda Larga para Implantação de Redes de Telecomunicações (REPNBL-Redes). “Eu apoio, vou conversar com meu amigo Guido Mantega [ministro da Fazenda], mas acho que isso é razoável”. O prazo termina no dia 30 de junho, mas o senador José Pimentel (PT-CE) apresentou uma emenda à Medida Provisória 606/2013 prorrogando por um ano o tempo para as empresas apresentarem propostas. A matéria já foi aprovada na comissão mista criada para analisar a MP e ainda tem que passar pelo plenário do Senado.

Leia também:  MT registra aumento de 1,34% no número de consumidores inadimplentes em setembro

O presidente da Telebrasil, Antonio Carlos Valente, anunciou essa semana que foi ativada, no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, a primeira rede de telefonia em estádios para a Copa da Confederações. “Ainda com alguns problemas, mas isso dá uma prova muito clara do nosso comprometimento com prazos”, disse. Ele também informou que o país chegou à marca de 100 milhões de acessos em banda larga.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.