As vendas de motocicletas nacionais nos quatro primeiros meses do ano alcançou 493 mil unidades, 14,2% a menos que o resultado do mesmo período do ano passado. Conforme dados  divulgados pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

“Apesar de os índices ainda permanecerem abaixo dos atingidos em 2012 e das adversidades com relação ao crédito [para a compra financiada de motos], esperamos uma recuperação gradativa a partir do segundo semestre”, disse o presidente da entidade, Marcos Fermanian.

Na comparação de abril deste ano com igual mês de 2012, as vendas aumentaram 6,6% (140.878). No entanto, a média diária de vendas no mês passado ficou em 6.404 unidades, enquanto em abril de 2012 alcançou 6.610 unidades, uma queda de 3,12%.

Leia também:  Greve no Detran faz emplacamentos caírem em MT

Apesar da diminuição nas vendas ao consumidor final, a produção nacional de motocicletas em abril foi 154.6 mil unidades, 18% a mais em comparação a março, e 6,2% superior na comparação com abril de 2012. As vendas às concessionárias chegaram a 159,2 mil unidades, 22,5% superior a março e 14,9% a mais em relação a abril do ano passado.

As exportações de abril somaram 9.975 motocicletas, representando alta de 13,3% em relação ao mesmo mês de 2012 (8.804 unidades) e 19,6% na comparação com março passado (8.341 unidades). No acumulado do ano (janeiro a abril), o crescimento chegou a 4%, totalizando 32.524 unidades em 2013, ante 31.277 unidades, em 2012.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.