Vereadores durante a visita - Foto: assessoria
Vereadores durante a visita – Foto: assessoria

Como parte do desdobramento da discussão sobre a instalação da Ferronorte em Rondonópolis, uma comissão de vereadores visitou as obras do terminal intermodal que será o maior da América Latina. Os vereadores foram recebidos pelo gerente de projetos da ALL (América Latina Logística), Gustavo Okihiro. Eles visitaram o canteiro de obras, os vestiários e restaurantes que estão sendo construídos para dar suporte e apoio aos caminhoneiros que deverão se deslocar até o local, já que a previsão é que mais de 1,5 caminhões passem pelo local por dia. Uma estação de tratamento de esgoto foi construída no local.

“O investimento da empresa na humanização para o motorista que virá pra cá proporciona dignidade ao caminhoneiro”, disse o vereador Carlos Vanzeli ao visitar as instalações.

Leia também:  Thiago Silva repudia fechamento de UTI Pediátrica e cobra providências do Governo Estadual

“Pela parte da ALL só de empregos diretos e indiretos, quando começarmos a operar, temos a previsão de empregos gerados de aproximadamente mil postos de trabalho”, declarou Gustavo Okihiro.

“A gente só tem noção do que vai representar para a nossa cidade esse terminal quando a gente visita este local. Sem dúvida que precisamos estar preparados para o grande fluxo que vai gerar em Rondonópolis”, declarou o presidente da Câmara Municipal Ibrahim Zaher.

A ALL opera atualmente no Brasil com cerca de 400 locomotivas e 21 mil vagões. Tudo é controlado por uma Central que tem sua operação central em Curitiba no Paraná.

Além do presidente da Casa Ibrahim Zaher, participaram da visita os vereadores: Thiago Muniz, Roni Magnani, Rodrigo da Zaeli, Carlos Vanzeli, Olímpio Alvis, Dico, Fulô, Mauro Campos, Adonias Fernandes e Reginaldo Santos.

Leia também:  STF decide enviar denúncia sobre Temer à Câmara
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.