Polícia Civil que fez a remoção do preso para Cuiabá - Foto: Aparecido Marden / Alto Taquari em Pauta
Polícia Civil que fez a remoção do preso para Cuiabá – Foto: Aparecido Marden / Alto Taquari em Pauta

O enfermeiro Evanderly de Oliveira Lima, 44 anos, acusado de assassinar a juíza Glauciane Chaves de Melo na sexta-feira (7) em Alto Taquari, foi transferido, durante a noite de segunda-feira (10), para a Polinter, em Cuiabá.

De acordo com o delegado de Alto Taquari, João Ferreira Borges Filho, o enfermeiro ficará preso no anexo II da Penitenciária Central do Estado (PCE).

O delegado contou que o enfermeiro foi autuado por homicídio qualificado, motivo torpe e sem direito de defesa da vítima. O acusado foi capturado pela Força Tática da Polícia Militar na manhã de segunda-feira (10), após três dias escondido em uma mata próxima à cidade.

Ouça aqui a a versão dada pelo acusado durante coletiva de imprensa.

Leia também:  Reeducando acusado de estupro foge enquanto prestava serviço no Fórum de Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.