Foto: internet
Foto: internet

A Amaggi Exportação e Importação, principal empresa do mato-grossense Grupo André Maggi, confirmou no final da tarde de ontem que estará encerrando as atividades da planta de esmagamento de soja localizada no Distrito Industrial de Cuiabá. Os detalhes não foram esclarecidos em nota enviada pela assessoria da trading, mas a unidade que não estava mais em operação, estará desativada “até segunda ordem”, a partir de julho.

Ainda conforme o comunicado, a decisão tem como justificativa a “inviabilidade econômica” da unidade, mostrada por meio de um estudo que apontou a necessidade de paralisação.

“Um dos nossos principais objetivos, neste momento, é recolocar o máximo possível de colaboradores em outras unidades da Amaggi”, diz o presidente do Grupo André Maggi, Waldemir Loto, por meio do comunicado.

Leia também:  Exportação de carne bovina aumenta e MT atinge novo recorde

A planta com capacidade para 1,6 mil toneladas de soja/dia, está arrendada para Olvepar Indústria e Comércio. O contrato entre as empresas está em vigência e será mantido. Quanto a possível retomada das atividades sob a chancela da Amaggi, ou mesmo uma possível venda das instalações, a informação é que até “segunda ordem”, a unidade segue desativada.

Sem o processamento da planta de Cuiabá, a Amaggi segue esmagando soja nas unidades de Lucas do Rio Verde (360 quilômetros ao norte de Cuiabá) – planta que detém a maior capacidade de processamento do Grupo, 3 mil toneladas/dia – e de Itacoatiara (AM), cuja capacidade é de 2 mil toneladas/dia.

O Grupo André Maggi, maior grupo do segmento agropecuário do Estado e um dos maiores do país, tem importante papel na empregabilidade local. Com o início das atividades de sua nova sede administrativa em Cuiabá, passou a gerar aproximadamente 400 empregos diretos e centenas de outros indiretos.

Leia também:  BR-364 é interditada entre Rondonópolis e Cuiabá nesta terça
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.