Apesar do clima de tranquilidade da Arena Fonte Nova da tarde deste domingo para a disputa de terceiro lugar entre Uruguai e Itália, o estádio de Salvador passou por problemas no último jogo da Copa das Confederações na capital baiana. Parte da arquibancada móvel cedeu, deslocou assentos e causou um enorme susto no público que estava no local.

Três assentos da fileira Z do setor 133 (parte sul) da Arena se deslocaram e cederam por conta da batida dos pés de torcedores durante o final do jogo. A Secretaria Extraordinária para assuntos da Copa (Secopa) de Salvador confirmou o incidente, mas ressaltou que não houve qualquer ferido no episódio.

Leia também:  Flamengo vence Junior Barranquilla e garante a classificação para a final da Sul-Americana

Ainda de acordo com informações da Secopa, imediatamente após ver a estrutura parcialmente danificada, a organização chamou a equipe de segurança do estádio, que isolou a área e evitou qualquer tipo de confusão em maior escala. Ainda assim, o episódio chocou os torcedores. Muitos preferiram trocar de lugar.

Instalada ao custo de pouco mais de R$ 10 milhões e com capacidade para cerca de cinco mil pessoas, a arquibancada móvel do setor sul mudou um pouco a paisagem original da Fonte Nova. Atrás do gol à direita das cabines de TV, o local foi projetado inicialmente para ser aberto, assim como a estrutura da antiga Fonte Nova, privilegiando a vista para o Dique do Tororó, mas ficou “tapado” durante a Copa das Confederações e ficará do mesmo jeito para a Copa da Mundo de 2014.

Leia também:  MT fatura ouro e prata na luta olímpica dos Jogos Escolares

Além do problema com a arquibancada móvel, a Fonte Nova já havia sofrido com danos na estrutura antes do torneio. No início de maio, parte da membrana tensionada que serve como cobertura se rompeu por conta das fortes chuvas.

Reformas por desabamento e semelhança com Itaquerão
Em 2007, uma queda nas antigas arquibancadas já tinham causado grande espanto e aceleram o processo de reforma geral do estádio, completamente deteriorado na época. Naquele episódio, sete pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

A arquibancada móvel que teve problemas é semelhante à que será utilizada no Itaquerão. Para aumentar a capacidade do estádio do Corinthians para a abertura da Copa do Mundo de 2014, duas instalações serão colocadas atrás dos gols.

Leia também:  José Aldo terá a revanche pelo cinturão contra o atual campeão Max Holloway

Confira a nota de esclarecimento divulgada pela Secopa:
“A Assessoria de Comunicação da Secopa esclarece que, quanto ao ocorrido na Arena Fonte Nova, neste domingo (30), na arquibancada temporária, houve um deslocamento de cinco centímetros do piso tátil de uma das fileiras da arquibanca móvel, sem causar qualquer ameaça aos torcedores que estavam no local, segundo laudo do Corpo de Bombeiros. Prontamente o sistema de segurança foi acionado e a questão imediatamente corrigida”

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.