Bruno Romano é um exemplo que em pouco tempo, com dedicação e investimento, se pode evoluir muito, e rápido, no surfe. Isso, mesmo tendo menos experiência de competição em relação aos adversários. É isso – e brigar pelo título da categoria Open – que ele pretende mostrar na 1ª etapa do HD apresenta do Tent Beach SP Contest 2013. A disputa, organizada pela Associação de Surf da Grande São Paulo (ASGSP) em conjunto com a empresa de promoção Event Tools, será realizada sábado e domingo, nas ondas do Canto do Maluf da praia das Pitangueiras, no Guarujá (SP).

O bicampeão Júnior (2011 e 2012) do circuito destinado exclusivamente aos surfistas residentes nos bairros e cidades da Região Metropolitana da capital paulista disse nesta entrevista que o SP Contest “foi o responsável por me introduzir no surfe competitivo e se tornou mais que um campeonato pra mim. Mas, sim, um encontro da galera de São Paulo para pegar onda, dar risadas e, lógico, competir”.

Qual a expectativa para esta primeira etapa do HD apresenta do Tent Beach SP Contest 2013?
Por ser a primeira etapa do circuito, sempre da aquela ansiedade! Mas espero surfar bem, aproveitar a boa vibração do campeonato e rever os amigos! O resto é consequência!

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

Você, que é bicampeão Júnior, acredita que pode brigar pelo título na Open?
Estou treinando forte para me dar bem na principal categoria do circuito! Sei que o nível é bem alto. Mas acredito que, se mostrar meu surfe, possa conquistar um bom resultado.

Quais serão seus principais adversários?
Acho que não tem um adversário principal. Tem muita gente boa competindo e, a cada etapa, pode aparecer mais um. Qualquer um pode surpreender. Mas, esse ano, o certo é que alguém tem que tirar o título do Eduardo Maia (campeão Open em 2009, 2010, 2011 e 2012). Tetra já é demais (rs).

Você disputou uma final na Open no ano passado. Lembra em qual etapa e qual foi sua colocação?
Fiquei em terceiro lugar no ano passado, na primeira etapa, na praia do Tombo, no Guarujá. Fiz também uma final na categoria Longboard, na prova de Maresia (São Sebastião). Também fiquei em terceiro. Esse ano, eu competirei nestas duas categorias, de novo!

Leia também:  Internacional pode ser excluído da Série B após denúncias de documentos falsificados

Como você analisa as ondas do local escolhido para a primeira etapa da temporada? Gosto muito da praia das Pitangueiras! Tenho bons amigos que moram lá e, às vezes, passo algumas temporadas nas casas deles. Em relação a campeonatos, sempre me dei bem no Tombo. No Canto do Maluf, nunca! Mas tomara que seja diferente esse ano.

Qual a importância do SP Contest para o desenvolvimento de seu surfe?
O campeonato é show! Fiz varias amizades e conheci muita gente legal! Foi o primeiro campeonato de surfe que competi e ele foi o responsável por me introduzir no surfe competitivo! Isso é muito bom, já que você tem que tentar ser o melhor, o que puxa meu próprio nível! Desde que comecei a competir, evolui muito. O SP Contest se tornou mais que um campeonato para mim. Trata-se de um encontro da galera de São Paulo para pegar onda, dar risadas e, lógico, competir!

Inscrições – As inscrições para a primeira etapa do HD apresenta Tent Beach SP Contest 2013, na praia das Pitangueiras, estão abertas no email [email protected] Para as categorias Open, Máster (nascidos até 31.12.1977), Longboard e Stand UP elas custam R$ 100,00. Para a Júnior (nascidos a partir de 01.01.1995), Miss Sirena (Feminino) e Grand Máster (nascidos até 31.12.1967) sai por R$ 50,00. A reserva de vaga só será validada após o envio para o email acima do comprovante de depósito, que deve ser feito no banco Bradesco, agência 2451-1, conta corrente 10.336-5 e CNPJ 04.954.136/0001-91.

Leia também:  Richard Gama vence três e cai nas semifinais para líder

Promovido pela Associação de Surf da Grande São Paulo (ASGSP) em conjunto com a Event Tools Promoções e Eventos, o HD apresenta Tent Beach SP Contest 2013 tem o patrocínio da Hawaiin Dreams (HD) e da Tent Beach Boardshop. O apoio é da BHS, Glasser Future Surfboards, Widex Travel, Smith Optica, Miss Sirena e Têxtilminas.

A realização é da Confederação Brasileira de Surf (CBS), Federação Paulista de Surf (FPS), Associação de Surf de Maresias (ASM), (Associação de Surf de São Sebastião), Associação Ubatuba de Surf (AUS), Associação de Surf do Guarujá (ASG), Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Esporte e Lazer e Juventude, prefeituras de São Sebastião, Ubatuba e Guarujá. A divulgação oficial é da revista Fluir e do portal Waves.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.