Foto: Dia a Dia News
Foto: Dia a Dia News

Após a onda de protestos que se espalhou por todo o país, a população de Jaciara – MT, também se organizou para protestar contra a corrupção, falta de investimentos em saúde, moradia, educação, travessia urbana e rotatórias da cidade.

Por volta das 16h e 30, os manifestantes começaram a se aglomerar em frente à emissora de TV do município.

Formada em sua maioria por jovens e estudantes, a aglomeração reuniu aproximadamente 500 pessoas.

Para iniciar a passeata, os manifestantes fizeram a oração do Pai Nosso, e após desceram a Av. Antonio Ferreira Sobrinho com faixas e cartazes com frases como: PEC 37 desrespeito ao cidadão; Saímos do Facebook; Acorda Jaciara; Fora Carretas, Bitrem e Treminhão; Iluminação pública só no talão de luz; Queremos a CPI da Travessia Urbana de Jaciara, dentre outras.

Leia também:  Juiz condena o Estado a pagar R$ 20 mil a homem que ficou dois dias preso ilegalmente na Capital

Ao chegar à Praça das Bandeiras os manifestantes cantaram o Hino Nacional e se dirigiram para a prefeitura municipal, onde cantaram o Hino de Jaciara e fizeram um minuto de silêncio como luto pela política brasileira, além de varrerem as escadas da prefeitura. Para a estudante, que varreu as escadas, este ato simbólico, representa a limpeza que deve ser feita na política, não só local como nacional.

Depois do ato simbólico os manifestantes se dirigiram para a Praça Tamoios na região central da cidade, onde várias pessoas fizeram o uso da palavra para expressar sua indignação com a situação em que se encontra o cenário político do Brasil.

Dentre os temas abordados nos discursos, os manifestantes citaram um a pista de skate prometida durante a campanha eleitoral, o apadrinhamento nas casas populares, onde pessoas que já possuem residências chegam a conseguir até mesmo duas casas e quem realmente precisa não consegue a tão sonhada casa própria. “Cadê a Seara? Estou desempregado e quero trabalhar”, gritou um dos manifestantes. Outro ponto abordado foi o ginásio de esportes ao lado do centro de eventos, pois alguns anos a obra se encontra parada. Muitos estudantes gritaram também pelo polo do IFMT (Instituto Federal de Mato Grosso), que segundo eles ainda não tem sua sede em Jaciara por falta de interesse dos políticos locais. Para os manifestantes outra questão que precisa ser resolvida é o problema das usinas em Jaciara, e que entra ano, sai ano, entra gestor e sai gestor e o problema continua sem solução.

Leia também:  Escolas de Rondonópolis recebem melhorias em climatização

Um dos manifestantes chegou até mesmo a usar o microfone para gritar: “Cadê você Ademir que fez a gente sair de casa no domingo pra votar em você”.

Encerrando o manifesto, o Major Moraes comandante da Polícia Militar em Jaciara fez o uso da palavra para agradecer à população pela forma pacífica em que a manifestação foi realizada, após um pastor evangélico fez uma oração encerrando assim o protesto.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.