O presidente do bairro São Francisco afirma que há mais de dois anos cobra o semáforo no local. Foto Varlei Cordova/AGORA MT
O presidente do bairro São Francisco afirma que há mais de dois anos cobra o semáforo no local. Foto Varlei Cordova/AGORA MT

 

O alto número de acidentes no cruzamento da Avenida Presidente Kennedy com a Rua 15 de Novembro é motivo de preocupação para os empresários da região que se veem prejudicados com o tráfego do local. Na manhã desta terça-feira (25) comerciantes e representantes do bairro pediram o apoio do vereador Adonias Fernandes (PMDB) para resolver o problema.

A empresária Sônia Maria da Silva relata que independente da hora é complicado a passagem no local, principalmente os pedestres, e o problema é intensificado em horários de pico, como por exemplo, às 11h30 e 17h e observa que o número de acidentes poderia ser maior se não fosse um buraco que obriga os condutores a reduzir a velocidade.

Leia também:  Instituições se unem para garantir atualização do Plano Diretor do município

Segundo a comerciante além dos acidentes que acontecem regularmente no local, o fluxo e congestionamento no cruzamento reflete negativamente nas vendas, pois muitas pessoas desistem de efetuar compra na região.

O presidente do bairro São Francisco, Luiz Carlos Rodrigues da Silva, afirma que há mais de dois anos foram enviados ofícios para a Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (Setrat), porém os gestores da pasta entendem que não existe necessidade de implantação do semáforo no local.

O vereador Adonias Fernandes destacou que o problema é antigo e já apresentou várias indicações para solucioná-lo. Contudo o parlamentar frisou que continuará a cobrar do prefeito e do secretário uma resposta para sociedade.

O secretário Argemiro Ferreira disse que o cruzamento realmente merece um semáforo, contudo o aparelho não pode ser adquirido individualmente e depende de um plano para instalar vários semáforos e de processo licitatório. Porém neste momento são desenvolvidos os projetos de implantação do sistema eletrônico e zona azul.

Leia também:  Transporte público será gratuito no desfile de 7 de setembro em Rondonópolis

Como medida emergencial o secretário afirmou se será revitalizada a sinalização da rua, para reduzir o número de acidentes, assim como ocorreu na mesma via no cruzamento com a Avenida Cuiabá onde era destaque em acidentes e morte.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.