Rowles beija a mão do Papa - Foto: Reprodução
Rowles beija a mão do Papa – Foto: Reprodução

O ex-assessor do Governo do Estado, Rowles Magalhães, tratado como lobbysta pela imprensa de Mato Grosso liderou uma comitiva na última sexta-feira (19) no Vaticano, em Roma. Na ocasião, ele beijou a mão do santo padre, o Papa Francisco.

O empresário do ramo de factoring Ricardo Novis Neves, o advogado Álvaro Ferreira Neto e os agricultores Éderson Dal Molin e André Guilherme Sucolotti também estavam na comitiva. Eles foram discutir a possibilidade de viabilizar a instalação de uma instituição da Igreja Católica, para atendimento nas áreas de saúde e educação, para Mato Grosso. A comitiva foi recebida pelo cardeal Giovani Batista.

Rowles ficou mais conhecido no cenário brasileiro devido ao escândalo do VLT, onde denunciou o suposto pagamento de propina, no valor de R$ 80 milhões. Rowles ainda teve uma passagem controversa em Rondonópolis, quando dirigiu a Clínica Imamed, que prestava serviço de exames de imagem a prefeitura, na gestão do ex-secretário de Saúde, Valdecir Feltrin, que atualmente responde pela pasta de planejamento da administração de Percival Muniz (Sem partido).

Leia também:  'Diga não a coxinha de R$ 9 (...) Aí eu quebro'

Na época, foi aberta uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), pelo o então vereador, Mohamed Zaher (PSD), para investigar a clínica devido às irregularidades apontadas pelas vistorias realizadas pela Vigilância Sanitária do Estado e pelo Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso (CRM-MT).

“Acho estranho ter tantas irregularidades e a administração estar compactuando com isso”, frisou Mohamed em uma reportagem da época.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.