O país registrou, na medição de maio, um aumento de 3,4% na carga de energia dos últimos 12 meses. A informação foi divulgada hoje (6) no Boletim de Carga Mensal, do Operador Nacional do Sistema (ONS). Na comparação com maio de 2012, houve crescimento de 2,1%. Já em relação a abril passado, foi registrado decréscimo de 3,6%.

A redução pontual de abril para maio deste ano, segundo o ONS, foi influenciada pelo desempenho do subsistema das regiões Sudeste e Centro-Oeste, que respondem por 60% da carga do Sistema Interligado Nacional (SIN). “A carga desse subsistema tem sido fortemente afetada pelo baixo desempenho do setor industrial, em especial das commodities de exportação do setor de metalurgia”, aponta o relatório do ONS.

Leia também:  Abre nesta segunda consulta ao 5° lote de restituição do IR deste ano

No acumulado dos últimos 12 meses, a Região Nordeste apresentou a maior variação positiva, com 7,8%. Em seguida, aparece a Sul, com 4,3%, e a Sudeste/Centro-Oeste, com 2,6%. Já o Nordeste apresentou variação na carga de energia de -0,1%.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.