O aeroporto de Rondonópolis, Maestro Marinho Franco, deverá ganhar os hangares mais modernos totalmente dedicados à aviação executiva de Mato Grosso. É que prevê o projeto da Gaplan, um  grupo com sede em São Paulo e que reúne empresas que trabalham  na aviação executiva, apresentado ao prefeito Percival Muniz na manhã desta quinta-feira (20).

Realizada no Palácio da Cidadania, a reunião contou, além de outros diretores da empresa, com a presença do secretário municipal de Trânsito e Transportes, Argemiro Ferreira. O projeto é ambicioso e uma aposta no potencial de crescimento econômico de Rondonópolis. O projeto prevê a construção de oito hangares com que há de mais moderno e voltado para as necessidades atuais da aviação executiva.

Leia também:  Caminhão derruba postes e deixa região da Vila Mineira sem energia

“Rondonópolis é um grande polo de desenvolvimento e que está em franca expansão. Apostando neste grande potencial, decidimos propor a implantação deste projeto moderno e ousado, que é voltado para atender a necessidade  de se oferecer uma alternativa para facilitar a locomoção de empresários e empreendedores que tenham investimentos ou que queiram vir para cá em busca novas oportunidades”, explicou Wladimir Gazzola Júnior, proprietário do grupo Gaplan, que já possui investimentos semelhantes  no Paraná e em São Paulo.

Segundo Wladimir, o projeto prevê na fase inicial a construção de dois hangares, com três mil metros quadrados de área construída, que permitirá hangaragem aviões de grande porte, partida externa e disponibilizará sala VIP para passageiros, sala de apoio e reuniões e estacionamento próprio. “São projetos construídos dentro das necessidades atuais da aviação executiva”, afirmou, acrescentando que o projeto total envolve a construção de oito modernos hangares. “Essa primeira fase, assim que iniciada, deve ficar pronta em um ano”, completou Gazzola Júnior.

Leia também:  Mutirão de conciliação do Fórum Trabalhista acontece em Rondonópolis

O prefeito Percival Muniz gostou do projeto e colocou o município à disposição para viabilizá-lo, para que Rondonópolis possa contar com o que há de mais moderno na aviação executiva, atendendo assim com mais comodidade e segurança a crescente demanda pelo transporte aéreo que estão sendo ocasionados pela expansão da economia local. “Está dentro do que o município precisa e o secretário de Trânsito e Transportes Argemiro Ferreira, já tem a incumbência de trabalhar para buscar as autorizações necessárias para execução do projeto”, destacou o prefeito.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.