Andrés Iniesta não fez gol, não deu assistências, mas foi eleito o melhor em campo na vitória da Espanha sobre o Uruguai, por 2 a 1, no último domingo, em jogo que abriu o Grupo B da Copa das Confederações na Arena Pernambuco. Há alguns motivos: é ele o maestro que rege o time, distribui passes magníficos, possui um controle de bola absolutamente acima da média. Um verdadeiro craque, condição reforçada nas palavras de seus companheiros.

Quem mais se empolgou foi o volante Sergio Busquets, que já atua com Iniesta no Barcelona diariamente.

– Por sorte ele é espanhol, mas todo o time foi espetacular. Temos a mesma filosofia e o mesmo sistema, ainda que seja diferente jogar com Xabi Alonso do que com Iniesta – disse.
Pedro Rodríguez, que marcou o primeiro gol do jogo, seguiu a mesma linha de pensamento.

Leia também:  Corinthians vence o Fluminense de virada e se torna campeão brasileiro pela sétima vez

– Andrés é um jogador diferente, é uma sorte nossa contar com ele no time e aproveitar sua presença.

Eleito o craque também da última edição da Eurocopa, o meia do Barcelona falou após o jogo. Ao receber a premiação, destacou a grande atuação coletiva da Fúria, especialmente no primeiro tempo, quando abriu a vantagem e deixou de transformar o placar em goleada por detalhes.

– A partida foi muito boa. Na primeira parte, criamos muito perigo. Encontramos espaço por dentro. No segundo, pelo desgaste, caímos um pouco. Mas, em linhas gerais, sabemos que é importante vencer a primeira partida.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.