O município de Vila Velha, na Grande Vitória, vai ganhar reforço no combate à dengue. O Exército e a Secretaria de Saúde da cidade se uniram para combater a epidemia na cidade. Duzentos soldados vão às ruas para realizar visitas domiciliares, eliminar criadouros do mosquito e tratar os depósitos (caixa d´água, pneus, vasos de plantas, etc.) localizados nas casas. O treinamento começa nesta segunda-feira (17). A primeira turma treinada começa a trabalhar no dia 24 deste mês.

“Os soldados realizarão os trabalhos nas residências do Centro de Vila Velha e orla por uma questão de logística. Eles poderão fazer o serviço nas redondezas e voltar para almoçar no quartel, que continua sendo a base desses soldados”, explicou o oficial de relações públicas do 38° BI batalhão de Infantaria Major Ricardo Souza Trisi.

Leia também:  Grávida sofre parada cardíaca e equipe médica faz parto em recepção de apartamento para salvar o bebê

Os novos agentes estarão fardados no momento das visitas e também realizarão a conscientização sobre a dengue junto aos moradores. “Para realizar o mesmo trabalho que os agentes de saúde, os soldados serão capacitados pelos técnicos da Secretaria Estadual e Municipal de Saúde” disse o coordenador da Vigilância Ambiental de Vila Velha, Carlos Henrique Ribeiro.

O treinamento será realizado em dois tempos: 100 homens do exército serão capacitados nos dias 17, 18 e 19 de junho e os outros 100 nos dias 24, 25 e 26 no mesmo mês. A primeira turma treinada começa a trabalhar no dia 24 em regime de escala.

“Os soldados farão um trabalho por escala, pois eles também prestam serviço militar obrigatório, e não podemos prejudicar a instituição. Dessa forma, 40 homens por dia estarão a disposição da secretaria de saúde, seguindo o sistema de rodízio”, acrescentou Trisi.

Leia também:  Terapia Online, conheça essa nova tendência

“Para o Exército, trabalhar nesse combate é estar a serviço da Prefeitura e principalmente da comunidade. A dengue não é um problema do município ou do Estado, é um problema de todos e o papel da Instituição é estar a serviço da população”, finalizou. A previsão é de que esses oficiais atuem na cidade por dois ou três meses. Eles estarão nas ruas diariamente, seguindo um itinerário de visitas estipulado pela Secretaria de Saúde de Vila Velha.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.