A eliminação para o Olímpia, na Libertadores, trouxe mudanças para o Fluminense. O técnico Abel Braga barrou Wellington Nem, Bruno e Leandro Euzébio, que viram do banco de reservas a vitória da equipe sobre o Criciúma por 3 a 0, em Macaé. Rafael Sóbis, Wellington Silva e Gum foram os titulares. Com o resultado, O Tricolor segue com 100% de aproveitamento no Brasileiro, com duas vitórias e ameniza um pouco a crise com a torcida, que xingou alguns atletas e pixou a sede das Laranjeiras.

Além das três barrações, o Fluminense também não pôde contar com outros três titulares, convocados para a seleção brasileira: Fred, Jean e Diego Cavalieri. Abel definiu Samuel, Diguinho e Ricardo Berna. Mas a grande estrela da noite foi Digão, que marcou os dois gols da equipe. Wellington Nem completou o placar.

Leia também:  Com vitória de Grêmio, Renato Gaúcho se torna o 1° brasileiro a vencer as Libertadores como jogador e técnico

Mesmo com tantas mudanças, o Fluminense comandou as ações ofensivas da partida. Enquanto o Criciúma se preocupava apenas em marcar, o atual campeão brasileiro tocava a bola no campo ofensivo à procura de espaços para finalizar. O gol quase saiu aos 10min em cobrança de falta de Rafael Sóbis, que parou nas mãos de Bruno, em grande defesa.

Mas o gol era questão de tempo. E Digão foi quem resolveu o problema em dose dupla. O zagueiro marcou dois gols com a ajuda de Rafael Sóbis, com duas assistências em 8min. Aos 25min, o atacante cobrou falta, Gum cabeceou para dentro da área e Digão se adiantou para completar: 1 a 0. Aos 33min, o zagueiro artilheiro voltou a marcar após cobrança de escanteio.

Leia também:  Palmeiras assume a vice-liderança após vencer Grêmio fora de casa

O Fluminense voltou do intervalo com a vitória já encaminhada e não demonstrava o mesmo ímpeto da etapa inicial. O Criciúma, por sua vez, não tinha outra alternativa a não ser atacar. Lins era uma boa opção, mas o restante da equipe não ajudava.

Assim, o Fluminense cozinhou a partida no meio de campo esperando os avanços do Criciúma, o que não ocorreu. Com a entrada de Daniel Carvalho os visitantes cresceram no confronto, mas nada que chegasse a preocupar os donos da casa. Thiago Neves, Wellington Nem e Felipe entraram em campo para dar novo ânimo ao Tricolor.

E deu certo, principalmente por Wellington Nem, que com boas arrancadas deu trabalho à zaga adversária. Em uma delas, o atcante foi derrubado dentro da área. Ele mesmo foi para cobrança e fez o terceiro da equipe. Com resultado definido, o Fluminense apenas esperou o apito final. Grande começo de Brasileiro do Tricolor, que venceu as duas partidas em que disputou.

Leia também:  Flamengo vence Junior Barranquilla e garante a classificação para a final da Sul-Americana
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.