O governador Silval Barbosa(PMDB) marcou uma reunião com o Sindicato dos Servidores do Detran-MT (Sinetran) para ouvir as reivindicações da classe hoje (27) às 17h no gabinete do governador.

Os servidores do Detran-MT paralisaram as atividades nessa quinta-feira(27) em todas as unidades do órgão no Estado por falta de condições de trabalho e para exigir que o projeto de lei do deputado Antonio Azambuja(PP) que determina que 50% dos recursos arrecadados pelo Detran seja investido para a melhoria das unidades e para campanhas de prevenção a acidentes de trânsito, onde Mato Grosso figura como o segundo estado mais violento no trânsito do Brasil, ficando atrás só de Tocantins. “É um absurdo que um órgão arrecadador como o Detran esteja passando por essa situação onde servidor tem que comprar porta e até água mineral com recursos do bolso para poder atender a população”, reclama Veneranda Acosta, presidente do Sinetran.

Leia também:  MT | Captação do leite sofre queda de 5,86 pp

O projeto foi vetado pelo governador e chegou na casa de leis ontem como mensagem nº5. Na Assembleia os deputados são favoráveis a derrubada do veto, inclusive o líder de governo e presidente em exercício da Casa, deputado Romoaldo Júnior(PMDB). “Sabemos que a situação das unidades do Detran estão precárias e aprovamos o projeto para aumento de taxas no sentido que 50% seria para investir no Detran. Vou conversar com o governador, mas aqui na Assembleia apoiamos a derrubada do veto”, afirmou Romoaldo.

Na pauta da reunião, o Sindicato irá discutir sobre a reestruturação física e orgânica do Detran para que ele se equipare aos outros do país, o Plano de Carreira, Cargos e Salários e o veto ao projeto que garante 50% dos recursos ao órgão.

Leia também:  Pontes e Lacerda | Construção Civil é o setor que mais gera empregos em junho
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.