As calçadas no entorno do horto, vão permanecer liberadas-Foto:Arquivo/AGORA MT
As calçadas no entorno do horto, vão permanecer liberadas-Foto:Arquivo/AGORA MT

O secretário de Meio Ambiente de Rondonópolis, Lindomar Alves, anuncia à população usuária do horto florestal que vai precisar fechar a parte interna de trilhas de caminhada do parque, na quarta e quinta-feira, dias 26 e 27 de junho, para desenvolver uma operação especial de retirada de três colmeias de abelhas africanas existentes no local. Ele explica que a medida de precaução visa proteger a integridade física das pessoas que correm o risco de sofrer ataque durante a retirada das abelhas.

“Uma das colmeias está próxima ao portão de entrada para as trilhas de caminhada. E já houve casos de ataques das abelhas a frequentadores. Por isso, tomamos o cuidado de fechar o acesso à parte interna do horto para evitar que outros ataques ocorram no momento em que estivermos fazendo a retirada das colmeias. Isso pode ser um acidente grave para as pessoas que sofrem de alergia, por exemplo”, alerta.

Leia também:  Roberto Big Pizzaiolo completa 20 anos na gastronomia de Rondonópolis

Lindomar Alves conta que a retirada das colmeias vai ser realizada por um profissional especializado na remoção de abelhas. O trabalho consiste em transferir a ‘rainha’ para uma caixa que é preparada para receber toda a colmeia. A partir daí as demais abelhas se transferem naturalmente para o mesmo lugar em que foi a ‘rainha’. As colmeias vão ser levadas para outra área onde deixem de representar risco para a comunidade.

As calçadas no entorno do horto, acrescenta o secretário, vão permanecer liberadas e podem ser usadas pelos praticantes de caminhada nos dias em que deve ser realizada a operação de retirada das abelhas africanas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.