Após quatro corridas seguidas na qual largou na pole position na Fórmula 1, a Mercedes viu a sequência encerrada neste sábado. O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, conseguiu o primeiro lugar em um treino realizado com pista úmida no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal. O brasileiro Felipe Massa bateu sua Ferrari na Curva 3, foi eliminado no Q2 e largará no 16º lugar da prova.

Esta é a terceira pole position de Vettel na temporada, repetindo o resultado dos GPs de Austrália e Malásia, e a 39ª na carreira. Nessa estatística, o atual tricampeão mundial é o terceiro mais bem colocado no ranking histórico da categoria, atrás apenas do alemão Michael Schumacher (68 poles) e o brasileiro Ayrton Senna (65).

Leia também:  De virada inédita, Cuiabá Arsenal vence Tubarões do Cerrado

O primeiro lugar foi conquistado graças ao tempo de 1min25s425, marcado no início do Q3. Depois disso, a chuva começou a cair em Montreal, ainda que lentamente, o que foi suficiente para deixar os tempos mais lentos. Mesmo assim, Lewis Hamilton, da Mercedes, chegou a ameaçar o piloto da Red Bull.

O britânico, no entanto, cometeu um erro na última curva antes da reta dos boxes, tendo de se contentar com o segundo lugar no grid, com 1min25s512. Caso tivesse batido Vettel, Hamilton aumentaria o predomínio da Mercedes em treinos classificatórios. A equipe havia liderado todas as quatro sessões anteriores (em China, Bahrein, Espanha e Mônaco), uma vez com Hamilton e três com o alemão Nico Rosberg.

Leia também:  Atleta da Seleção brasileira de Hóquei é assassinado com tiro na nuca em SP

No Canadá, Rosberg largará na quarta posição. Ele foi superado pelo finlandês Valtteri Bottas, que se mostrou a surpresa do dia ao conseguir um resultado totalmente oposto ao de seu companheiro de Williams, o venezuelano Pastor Maldonado (13º lugar).

O australiano Mark Webber, da Red Bull, será o quinto colocado do grid, seguido pelo espanhol Fernando Alonso, da Ferrari; pelo francês Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso; pelo alemão Adrian Sutil, da Force India; pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus; e pelo australiano Daniel Ricciardo, da Toro Rosso.

Já o brasileiro Felipe Massa bateu durante o Q2, quando tentava melhorar consideravelmente sua volta para passar à fase final do treino, e ficou apenas com a 16ª colocação. Será a segunda prova seguida em que ele larga da parte de trás do grid, já que no GP de Mônaco ele não participou da tomada de tempos devido a um acidente na última sessão livre.

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

A corrida em Montreal, a sétima do Mundial de Fórmula 1 de 2012, está marcada para as 15h (de Brasília) deste domingo

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.