Imagine um sistema onde são compilados dados de todos os municípios do estado, tudo distribuído em mapas georreferenciados com informações como índice de violência, educação, saúde, obras, infra-estrutura, tudo junto, de forma que seja possível cruzar números e saber, por exemplo, qual o melhor lugar para construir uma creche, ou um posto de saúde. Esse sistema, que é o sonho de todo gestor público, já existe e está em fase de implementação em Mato Grosso. “São novas e promissoras perspectivas dentro da gestão pública municipal e estadual, tudo de forma transparente, disponível na internet”, diz Rita Chiletto, gestora governamental de planejamento urbano na Secretaria de Cidades.

Leia também:  Prefeitura de Nova Bandeirantes é alvo de operação da PC contra desvio de dinheiro público

O Sistema de Informações Municipais (SIM) é uma plataforma online que poderá ser acessada por qualquer cidadão: “Imagine que você queira saber, por exemplo, quais obras estão previstas para ser realizadas no seu bairro, basta acessar o sistema”, explica a gestora. O abastecimento de informações no sistema, no entanto, será feito somente por técnicos capacitados dentro dos municípios.

Os próximos passos para o funcionamento da plataforma é a capacitação de técnicos que farão as atualizações de dados. Quando essa etapa estiver concluída os gestores públicos e a sociedade civil terão em mãos uma poderosa ferramenta de planejamento com atualização de dados em tempo real. “Os municípios receberão o programa e a capacitação gratuitamente. A única contrapartida é que eles organizarem as informações e lancem no sistema”, explica Chiletto.

Leia também:  Paranatinga | Atleta de Jiu Jitsu conquista duas medalhas de ouro em campeonato internacional

O SIM é um projeto realizado em parceria com a Secretaria de Planejamento de Mato Grosso, pois utiliza o Sistema Municipal de Geoprocessamento (SIMGEO), uma plataforma de mapas que permite a inserção de dados. “Os dados serão registrados no sistema em tempo real. Com isso será possível avaliar o crescimento e desenvolvimento do município, entendendo o seu funcionamento. Imagine que de posse desses dados poderemos, por exemplo, cruzar uma área de violência na cidade e confrontar com o número de escolas ou áreas de lazer. Isso sem falar que o cidadão também poderá se apropriar da ferramenta e fazer consultas online”, analisa a gestora governamental.

O sistema é muito importante para o trabalho dos gestores municipais do estado, pois permite uma visão estratégica para implementação de políticas públicas: “Quando você vai planejar uma cidade é importante ter informação e é melhor que essa informação esteja disposta em forma de mapas do que em livros com coordenadas, isso facilita bastante a visualização. Os gestores governamentais vão ter em mãos uma ferramenta para facilitar o trabalho”, explica Chiletto.

Leia também:  Governo decreta ponto facultativo na sexta-feira (03)
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.