De acordo com o coordenador da  vigilância epidemiológica de Primavera  do Leste, Wagner Brito, toda a assistência está sendo realizada pelo hospital-Foto:José Antônio Araújo/AGORA MT
De acordo com o coordenador da vigilância epidemiológica de Primavera do Leste, Wagner Brito, toda a assistência está sendo realizada pelo hospital-Foto:José Antônio Araújo/AGORA MT

Uma mulher de 49 anos está internada em uma UTI em  Rondonópolis desde quinta-feira (06) com suspeitas de ter contraído o vírus H1N1. De acordo com o coordenador da  vigilância epidemiológica de Primavera  do Leste, Wagner Brito, toda a assistência está sendo realizada pelo hospital regional de Rondonópolis por um infectologista que acompanha o caso, o diagnóstico laboratorial ainda não foi fechado e por isso o caso ainda é considerado uma suspeita e todo um serviço de vigilância de contatos está sendo feito, com uso de medicamentos nas pessoas que tiveram contato direto com a suspeita.

A gripe H1N1, ou influenza A, é provocada por um vírus. Ele é resultado da combinação de segmentos genéticos do vírus humano da gripe, do vírus da gripe aviária e do vírus da gripe suína, que infectaram porcos simultaneamente.

Leia também:  Com 882,8 mil toneladas processadas, esmagamento de soja apresenta maior patamar mensal em abril

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38º de início repentino, dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza e cansaço. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.

A orientação repassada por Wagner Brito é  que as pessoas  que tiverem os sintomas, seja ele qual for, deve procurar o médico  para realização de exames,  e  quem tiver contato direto com a pessoa infectada deve se manter  longe de locais aglomerados.

Segundo a secretaria de Saúde este é o primeiro caso suspeito de H1N1 neste ano em Primavera.

Leia também:  MP notifica Estado para fazer campanhas de incentivo a doação de córneas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.