Para ajudar o Brasil a por fim aos gargalos da agricultura familiar, Mato Grosso debate nos meses de junho a agosto os principais assuntos que impedem o avanço do segmento produtor dos principais alimentos consumidos pela população brasileira. De hoje (25) e amanhã (26) integrantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf) estarão em Confresa realizando a Conferência Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (CNDRSS). O evento, realizado também nos demais estados do País, é uma ferramenta de elaboração de políticas relacionadas ao desenvolvimento rural e melhoria da vida no campo, partindo do princípio do desenvolvimento sustentável.

De acordo com a coordenadora de Políticas das Mulheres e Jovens Rurais da Sedraf, a Nilza Amaral, a CNDRSS no total percorrerá dez municípios pólos de Mato Grosso. Nesses encontros – que contam com a participação de gestores públicos, agricultores familiares, representantes de comunidades tradicionais e de movimentos sociais – os principais temas em debate são regularização fundiária e ambiental, capacitação do homem do campo, certificação sanitária diferenciada para os produtos da agricultura familiar e ainda a desburocratização do acesso ao crédito e programas da agricultura familiar. “A realização das conferências servirá para descobrir onde estão os entraves da agricultura familiar”, diz Nilza Amaral. Ela menciona que as discussões irão possibilitar a elaboração de um documento básico que é o Plano Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário, que vai nortear, nos próximos anos, as políticas públicas para o setor.

Leia também:  Chuva repentina em Cuiabá pega moradores de surpresa

Antes de chegar a Confresa as equipes do MDA e da Sedraf passaram por Várzea Grande, Pontes e Lacerda, Cotriguaçu e Barra do Bugres, onde nesse último município foi realizada pela primeira vez no Brasil uma Conferência Nacional de Desenvolvimento Rural dentro de uma aldeia indígena.

Segundo o engenheiro agrônomo e servidor da Sedraf, George Lima, em julho as próximas cidades a serem palco da CNDRSS serão Nova Ubiratã, Colíder, Rondonópolis e Água Boa. Já em agosto Cuiabá sediará a Conferencia Estadual, que reunirá as necessidades levantadas nas cidades pólos e levá-las a Brasília, onde em outubro acontece a 2ª Conferência Nacional de Desenvolvimento Rural, Sustentável e Solidário (CNDRSS).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.