Manifestantes saíram novamente às ruas nesta quarta-feira (26) para protestar em Rondonópolis. Aproximadamente 2 mil pessoas participaram do movimento que teve início na Praça Brasil, seguiu até a prefeitura e depois até a Câmara Municipal.

Ao chegar na ponte da rua Barão do Rio Branco, os manifestantes sentaram no asfalto e ergueram os cartazes. Desta vez, entre as reivindicações está o pedido para que deputados e senadores revoguem a lei que deu o aumento de salários aos políticos. Eles também sentaram em frente a prefeitura e pediram a presença do prefeito que os atendeu ao telefone e afirmou que irá receber uma comissão às 11 h, porém os manifestantes recusam a encontra-lo em horário comercial e afirmam que ele deve atende-los no horário do manifesto “Já que tantos trabalhadores fazem hora extra, não custa nada a ele que tem um salário tão bom esperar para atender o povo” afirmou um dos manifestantes.

Leia também:  Animais seguem sendo atropelados na 'avenida da Ponte Nova'

Após a prefeitura os manifestantes foram até a Câmara Municipal e deram um abraço simbólico no local.

A Polícia Militar esteve na linha de frente do manifesto acompanhando todo o protesto que seguiu pacífico.  Agentes de Trânsito também auxiliaram desta vez o manifesto.

Na próxima quarta-feira (4) no mesmo horário acontece novamente a passeata e eles esperam que o prefeito os recebam desta vez na prefeitura.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.