Foto: AGÊNCIA CÂMARA
Foto: AGÊNCIA CÂMARA

Na votação da Proposta de Emenda Constitucional ‘PEC 37’ que previa tirar poderes dos promotores de justiça nas investigações em diversas esferas, teve muita gente querendo pegar uma ‘beirinha’, ontem (25), na Câmara dos Deputados aproveitando o assunto que se tornou discussão nacional. Entre eles estava lá o senador Pedro Taques (PDT) que não perdeu a chance de tirar uma casquinha em proveito próprio. Lá estava ele no meio dos deputados.

Afinal, o que tornou Taques uma pessoa conhecida foi à época em que ele atuava no Ministério Público Federal como procurador. Ele participou da investigação sendo o autor da ação que levou João Arcanjo Ribeiro, líder do crime organizado, para a prisão e isso foi o que lhe notoriedade.

Leia também:  Jota Silva quer disputar cadeira na AL em 2018
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.