José Meirelles - Foto: reprodução
José Meirelles – Foto: reprodução

A Comissão de Viação e Transportes, da Câmara dos Deputados, aprovou nesta quarta-feira (12) projeto de lei 4618/12 de autoria do deputado Wellington Fagundes (PR/MT), que denomina “Rodovia Coronel José Meirelles”, o trecho da BR-163 entre as cidades de Cuiabá e Santarém (PA).

Entre os anos de 1974 e 1977, José Meirelles dedicou-se à construção de 1.100 km da rodovia entre Posto Gil e a Serra do Cachimbo, no Pará. Na época a execução de obras de infraestrutura era realizada pelo Exército Nacional.

Para Fagundes, o coronel, que ficou conhecido como o pai da rodovia Cuiabá-Santarém foi uma das autoridades que mais contribuiu com o desenvolvimento de Mato Grosso “A abertura da BR-163 tornou-se um dos marcos da integração nacional e expansão das atividades econômicas para a região Norte, até então praticamente desabitada”, afirma.

Leia também:  Cursos de Gestão Pública tem presença expressiva de acadêmicos

TRAMITAÇÃO

De caráter conclusivo, o projeto será analisado pelas Comissões de Educação e Cultura e Constituição e Justiça e de Cidadania.

CORONEL JOSÉ MEIRELLES

Mineiro, nascido no município de Conselheiro Lafaiete, José Meirelles morou em Belo Horizonte, antes de se mudar para o Rio de Janeiro, onde ingressou no Exército pela Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).

Em 1992, foi eleito vice-prefeito de Cuiabá e, dois anos depois assumiu a prefeitura após a renúncia de Dante de Oliveira para concorrer a eleição ao Governo do Estado de Mato Grosso.

Meirelles morreu no dia 28 de agosto de 2012, aos 89 anos de idade.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.