Robert Scheidt vai para a fase final da Semana de Vela de Kiel, nesta segunda-feira (24), na liderança da Laser no tradicional torneio alemão. O velejador repetiu o bom desempenho da estreia, com mais uma vitória, além de um oitavo e um terceiro lugar nas regatas deste domingo, somando 9 pontos perdidos, com o descarte do pior resultado. O australiano Ashley Brunning permanece na vice-liderança, com dois pontos a mais, seguido pelo alemão Philipp Buhl, com 17. O catarinense Bruno Fontes está em oitavo, com 25 pontos.

Neste domingo, último dia da fase classificatória da Semana de Kiel, as regatas da Laser foram disputadas numa raia mais próxima ao canal e ganharam destaque no site da competição, com transmissão ao vivo. O dia foi de ventos médios de 14 nós, com rajadas de até 19 nós, e temperatura um pouco mais amena, em torno de 17 graus.

“Errei um pouco no começo da primeira regata, mas consegui me recuperar, e fiz outros dois bons resultados. Velejei muito bem, e estou feliz com essa consistência”, avaliou Robert Scheidt. “É bom estar na liderança, mas em termos de pontuação isso não muda muita coisa, para a próxima fase. A partir de amanhã (segunda-feira), é como se começasse um outro campeonato.”

Leia também:  MT fatura ouro e prata na luta olímpica dos Jogos Escolares

A fase final da Semana de Kiel reunirá, na flotilha ouro, os 25 velejadores mais bem classificados para a disputa de mais seis regatas, entre segunda e terça-feira, a partir das 12 horas (7 horas no horário do Brasil). Para esta estapa, os competidores somarão apenas os pontos referentes à sua posição – líder, Scheidt fica com 1 ponto perdido. Os seis primeiros colocados seguirão para a fase da medal race, na quarta-feira (26).

“O nível sem dúvida será muito mais elevado, na fase final. E a raia em Kiel é complicada, com ventos muito rondados. Nessas condições, conseguir um sétimo ou oitavo lugar nas regatas já pode ser considerado um bom resultado”, observa Scheidt, tricampeão da competição alemã (1999, 2000 e 2004). O velejador enfrenta nomes fortes da Laser, como o sueco Jesper Stalheim, terceiro do ranking mundial da classe, o australiano Ashley Bunning, sexto do ranking, e o alemão Philipp Buhl, último a vencer o torneio. A Semana de Kiel também é mais uma etapa na preparação dos atletas que estão em campanha para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro/2016.

Leia também:  Atleta da Seleção brasileira de Hóquei é assassinado com tiro na nuca em SP

Vice-campeão da Semana Olímpica Francesa, em Hyères, em abril, Scheidt vem colecionando vitórias desde sua volta à Laser, em setembro de 2012. Patrocinado pelo Banco do Brasil, Prada e Rolex, conquistou o Campeonato Italiano de Classes Olímpicas, o Brasileiro da categoria, seu 12º título nacional, a Semana Brasileira de Vela, em fevereiro, e a Laser Europa Cup, em março. Os resultados somam-se a dez títulos mundiais, um deles juvenil, além de três medalhas olímpicas (ouro em Atlanta/1996 e Atenas/2004, prata em Sydney/2000). Em 2004, o velejador passou a competir pela Star com Bruno Prada, parceria que rendeu outras duas medalhas em Olimpíadas (prata em Pequim/2008 e bronze em Londres/2012) e o inédito tricampeonato mundial da classe.

Leia também:  Seleção masculina de futsal brasileira disputará amistosos em Mato Grosso

Classificação após seis regatas e um descarte

1 – Robert Scheidt (BRA) – 9 pontos perdidos (2+2+1+[8]+3+1)
2 – Ashley Bunning (AUS) – 11 pp (3+1+2+1+[10]+4)
3 – Philipp Buhl (ALE) – 17 pp (1+4+[12]+5+4+3)
4 – Jesper Stalheim (SUE) – 19 pp (1+2+7+2+7+[49])
5 – Nicholas Heiner (HOL) – 19 pp (8+[9]+1+4+5+2)
6 – Kacper Zieminski (POL) – 19 pp (3+7+4+2+[26]+3)
7 – Karl-Martin Rammo (EST) – 22 pp (4+8+5+[26]+1+4)
8 – Bruno Fontes (BRA) – 25 pp ([50]+1+16+4+2+2)
9 – Kristian Ruthh (NOR) – 31 pp (2+5+[19]+7+5+12)
10 – Emil Cedergardh (SUE) – 32 pp (11+6+8+6+1+[15])

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.