Durante reunião realizada na noite de ontem (04) na Prefeitura Municipal o Prefeito Percival Muniz afirmou com todas as letras não ter paciência para as reuniões com o Sispmur, ele disse também que não gosta destas assembleias e por isso delega o vice-prefeito Rogério Salles para acompanhar.

Ele afirmou que só foi a reunião de terça-feira (4) porque estava sendo acusado de não estar interessado no assunto.

Porém esta foi uma das principais reivindicações de alguns servidores, que inclusive afirmaram ser eleitores do prefeito, mas que estão desconhecendo o gestor devido as suas atitudes e pelo modo que ele tem tratado os servidores.

Uma delas afirmou até que saiu chorando de uma das reuniões pelo modo que foi tratada pelo prefeito e ficou noites sem dormir por isso. Muniz disse não se lembrar do que falou na reunião e pediu até para que ela escrevesse em um papel.

Leia também:  Bernardinho pode disputar governo do Rio de Janeiro

Um servidor chegou até a comentar em voz baixa o seguinte ditado “Quem bate esquece, mas quem apanha não”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.