Servdidores do lado de fora da Câmara Municipal após aprovarem o indicativo de greve - Foto: assessoria
Servdidores do lado de fora da Câmara Municipal após aprovarem o indicativo de greve – Foto: assessoria

Cerca de mil servidores participaram de uma assembleia realizada na Câmara Municipal de Rondonópolis, na tarde desta quarta-feira (5) e 99,9% aprovaram o indicativo de greve. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), Rubens Paulo, do total de participantes apenas cinco servidores votaram contra.  

Rubens explica que com a aprovação é necessário aguardar um mês para ver se há uma negociação com o poder executivo, “caso isso não aconteça ocorrerá uma nova assembleia e então, saberemos se entraremos em greve ou não”, diz.

Os servidores pararam as atividades nesta quarta-feira como forma de protesto para chamar a atenção do prefeito Percival Muniz para a questão salarial. Na terça-feira (4), o prefeito chegou a se reunir com os servidores, mas não se chegou a um acordo.

Leia também:  Unegro realiza nesta sexta o Baile da Igualdade

De acordo com o presidente do Sispmur o salário dos servidores municipais está defasado e que durante esse período de negociação quer discutir números concretos. “Temos consciência que dentro da folha há possibilidade de um aumento linear e é em cima disso que vamos trabalhar a negociação”, finaliza.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.