A agência de classificação de risco Standard & Poor’s revisou para “negativa” a perspectiva da nota de longo prazo “BBB/A-2”, em moeda estrangeira, atribuída ao Brasil. A mudança indica a possibilidade de rebaixamento da nota no futuro. A perspectiva anterior era “estável”.

Segundo a agência, o lento crescimento do PIB e a política fiscal expansionista enfraquecem o perfil financeiro do país e podem, se não corrigidos, resultar em um aumento do endividamento do governo local.

“Nós poderíamos baixar o rating de crédito do país nos próximos dois anos se continuado o crescimento econômico lento, os fundamentos fiscais e externos mais fracos e alguma perda de credibilidade da política econômica, da do que sinais ambíguos na política diminuem a habilidade do país em lidar com choques externos”, comunicou a agência.

Leia também:  Natal eleva expectativa em 20% nas vendas em Rondonópolis

Mesmo com a revisão das perspectivas, as notas atribuídas ao país foram mantidas. Na escala da agência, o rating de longo prazo do Brasil é “BBB/A-2” em moeda estrangeira e “A-/A-2” em moeda local.

“O Brasil deve sofrer o seu terceiro ano de crescimento econômico modesto”, escreveu a agência.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.