Viatura da Força Tática durante buscas na região de Alto Taquari - Foto: Ricardo Costa / AGORA MT
Viatura da Força Tática durante buscas na região de Alto Taquari – Foto: Ricardo Costa / AGORA MT

As buscas pelo acusado Evanderli de Oliveira Lima continuam após três dias do assassinato da juíza Glauciane Chaves de Melo. De acordo com o comandante Regional da Polícia Militar, coronel Walter Silveira, foi descartada a ideia de que ele estaria na mata onde as buscas se concentravam, já que não há indícios de que ele possa estar ainda no local.

O coronel Walter afirmou que a procura pelo suspeito continua, só que agora com um número menor de policiais. “As buscas seguem, assim como as barreiras policiais, só que com um efetivo menor. Parte dos policias da Força Tática que estavam na cidade retornaram a Rondonópolis”, diz o comandante.

Leia também:  Veículo é abandonado depois que bando invade residência e faz casal de refém

O capitão Cândido da Força Tática da Polícia Militar continua em Alto Taquari comandando o agrupamento e afirmou que as buscas perduram às 24h, “estamos acompanhando as batidas na mata”, afirma.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.