Muito se tem escrito sobre os benefícios que devem advir quando uma empresa melhora a qualidade do ambiente de trabalho de seus colaboradores, maior produtividade, moral mais elevado, novas e melhores formas de fazer as coisas em geral. Para a direção da empresa, há duas grandes dúvidas a respeito das providências nesse sentido. Tal medida traz efetivamente bons resultados ou é somente mais uma teoria que ficou na moda?  E se realmente funciona, como se pões em ação uma medida desse tipo?

O que é exatamente trabalho significativo? Do ponto de vista do trabalhador, um serviço tem significado para si mesmo quando exige sua participação na identificação e solução dos problemas que influem em sua vida. Trata-se, portanto, de trabalho motivador, no sentido de que o trabalhador é fortemente motivado a solucionar os problemas que o atingem pessoalmente.

Leia também:  MÍDIA E INFÂNCIA: REFLEXÕES NECESSÁRIAS

O trabalhador motivado pode, geralmente, desempenhar funções administrativas ligadas ao seu serviço, podem participar do planejamento, organização e controle do trabalho que executa. Sua melhor compreensão e desempenho, sobretudo seu maior estímulo mental, conjugam-se para elevar seu moral e os lucros da companhia.

Assim sendo, a ideia do trabalho significativo é uma chave que a direção da empresa pode usar para fazer com que o atendimento das necessidades da firma caminhe lado a lado com a motivação pessoal e a satisfação do empregado.

Têm sido complicados muitos estudos sobre motivação dos empregados, motivação do administrador, treinamento no próprio serviço, simplificação do trabalho e enriquecimento das funções, alguns, aliás, baseados em projetos e efeito. Não pretendo, com este artigo, lançar nenhuma inovação. Antes, desejamos mostrar como combinamos e aplicamos essas diferentes conceituações num programa interno de indústria, elaborado e executado durante as operações normais de produção.

Leia também:  O Enem, para os não ingênuos

A finalidade do programa desta companhia em particular é fazer com que seus colaboradores participem de um ciclo permanente de atividades administrativas destinadas a tornar se trabalho cada vez mais significativo a seus próprios olhos. Uma vez conseguida sua participação, o empregado fica em condições de juntamente com seu supervisor, estabelecer metas de produção realísticas, mas ambiciosas. Segundo a experiência essas metas têm sido geralmente atingidas.

Reinaldo do Carmo de Souza

Professor da Universidade  de Cuiabá – UNIC

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.