Foto: internet
Foto: internet

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) corre o risco de precisar fazer um novo mutirão de cadastramento biométrico em Rondonópolis graças ao velho hábito brasileiro de deixar tudo para a última hora. Dois meses após o início da coleta das impressões digitais e fotografias dos eleitores, apenas 10% dos títulos registrados no município foram revisados.

A baixa procura já representa um déficit de 12 mil atendimentos. Entre os motivos especulados pela Justiça Eleitoral está o prazo aparentemente longo para a conclusão dos trabalhos.

A revisão biométrica tem previsão de ser concluída em Rondonópolis no início de 2014. Se o ritmo de coleta de dados permanecer o mesmo, no entanto, nem todos os eleitores do município serão atendidos. Aqueles que ficarem de fora terão os títulos cancelados.

Leia também:  Lei da Taxa do Lixo foi criada antes de Pátio assumir

O prazo para o término do mutirão, segundo o TRE, é improrrogável. Isso porque o sistema necessário à operação é administrado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que se baseia em um cronograma prévio.

O período de recadastramento em Rondonópolis foi planejado para que cerca de 620 pessoas fossem atendidas diariamente. Apesar disso, apenas 50% deste total tem comparecido aos locais onde as equipes estão instaladas.

“A Justiça Eleitoral está fazendo com eficiência a parte que lhe cabe. Disponibilizamos espaço apropriado e atendentes qualificados. O objetivo é garantir um atendimento rápido, com conforto e comodidade para o eleitor. Mas isso só será possível com a participação efetiva da população, pois temos uma média de atendimento estipulada e que precisa ser alcançada”, pontua o servidor do TRE, Mauro Diogo.

Leia também:  Paralisação | Equipe médica da UTI Neonatal e Pediátrica da Santa Casa desistem de atendimentos

ESTRUTURA – Hoje, Rondonópolis conta com dois postos fixos de atendimento do TRE: no Fórum Eleitoral, situado na Rua Fernando Corrêa da Costa, n. 253, Centro; e na 46ª Zona Eleitoral, localizada na Rua Filinto Muller, Vila Operária.

Nos próximos dias mais dois postos serão instalados. Além disso, a partir de 12 de junho haverá uma equipe permanente de atendimento na Secretaria de Habitação do Município.

Quando a abertura do concurso público municipal ocorrer, outra equipe da Justiça Eleitoral também atenderá na sede da prefeitura, até que as inscrições no certame sejam concluídas.

Desde maio, ainda teve início o atendimento itinerante, com a instalação temporária de ponto de atendimento em instituições da iniciativa pública e privada. A iniciativa já beneficiou 183 funcionários de uma empresa de transportes e 124 servidores do Conselho Tutelar, Ministério Público Estadual e do Trabalho e das Justiças Federal e do Trabalho.

Leia também:  Inscrições para o CONPeduc 2017 estão abertas em Rondonópolis

Até 14 de junho, o atendimento itinerante estará no Frigorífico AGRA. Ainda este mês, de 17 a 21, na Câmara Municipal, e de 24 a 28, no Fórum.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.